English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Os Filhotes da Águia


          A águia é a ave que tem capacidade de voar mais alto, mas como todo filhote, os filhotes da águia também precisam aprender a voar...
          Quando os filhotes já estão fortes e crescidos,   a mamãe-águia lança seus filhotes  fora do ninho que ficam em altos penhascos...
          Mas eles ainda não sabem voar e tendem apenas a cair. Então, ela voa em volta deles durante toda a queda, e quando vê que eles não tem mais forças,  não se debatem mais,  lhes resgata!
          Ela age dssa forma  durante dias seguidos...até  que... com o passar de poucos dias, o filhote percebe que a mãe não o deixará se machucar. Então ele começa a ter a segurança da presença da mãe... E começa a aprender a voar... Até que alça seu primeiro e majestoso vôo. 

 
           Em certas ocasiões, Deus faz assim conosco.
          Ele nos lança fora do ninho, quentinho e  aconchegante,  ainda que não saibamos como voar, como agir, sabemos apenas gritar...
          Mas antes de nos esborracharmos, Ele vem e nos resgata, nos traz de volta à segurança.
          Outra situação vem, Ele nos lança do ninho, nos debatemos, gritamos, clamamos, pensamos que tudo está perdido!... e Ele vem novamente  e nos ergue, nos exalta, nos cura, nos sara, nos eleva à altura de sermos chamados dignamente de "Seus filhos"...  Porque temos a certeza que seja qual for o problema, nós temos a solução: O SENHOR!
           Não algo passageiro, nada paliativo, mas uma salvação eterna em Jesus...

          Ainda que suas dores, suas lutas, seus tropeços,  espinhos, possam parecer  intransponíveis, Deus está de mãos estendidas para te resgatar e te trazer o socorro na hora certa!
          Não se desespere nunca! Você é de Deus! Ele te criou e jamais irá te desamparar. Creia e entregue a Ele todas as suas lutas. Confie nele sempre.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

QUEM PERGUNTA QUER ENSINAR

Deus é onisciente. Exemplificando: isso significa que Ele sabe muito bem como vai o seu pâncreas nesse momento. Ele sabe como vai o seu pâncreas, o seu fígado, o baço, o pulmão, o coração, o cérebro, as córneas e quantos fios de cabelo há na sua cabeça. Ele sabe isso tudo a respeito não só de você mas de todas as pessoas que estão vivas na Terra neste instante. Ele sabe isto tudo não só sobre todas as pessoas vivas mas também sobre todas que já morreram e sobre as que ainda vão existir. Afirmar que Deus é onisciente vai muito além do alcance de nosso intelecto limitado. Ainda assim, encontramos uma série de perguntas feitas por Deus na Bíblia e, se Deus é onisciente, aqui não se aplica a expressão "quem pergunta quer saber". O que Deus pretende ao fazer perguntas a seres humanos?

A primeira delas aparece no capítulo 3 de Gênesis: "Mas chamou o Senhor Deus ao homem, e perguntou-lhe: onde estás?" Naquele instante, Adão e Eva estavam escondidos no jardim, atrás de algum arbusto. Nas mãos tinham folhas de figueira, que tentavam costurar estabanadamente para cobrir sua nudez; nudez que eles acreditavam que era a fonte do desconforto que sentiam. Não era, claro. A fonte daquela angústia era a separação de Deus ao escolher outra coisa qualquer quando havia um "assim diz o Senhor" apontando em outra direção. Eles foram os primeiros a descobrir que quando estamos separados de Deus não temos paz, temos um buraco no peito.

Quando Deus perguntou "onde estão vocês?", o que deve ter acontecido no íntimo de Adão e Eva? Aquela pergunta foi a forma sábia de Deus de confrontar o primeiro casal com a verdade avassaladora: veja onde estou, veja onde eu vim parar - estou longe de meu Criador, estou me escondendo dEle!

Deus fez vestes de pele para que eles se cobrissem. Era como se dissesse: "só Eu resolvo o seu problema. Sua tentativa de dar um jeito na situação é ridícula, ridículo como andar vestido com folhas de figueira. Isso não são roupas, veja, eu dou roupa de verdade a vocês, roupa que custa a vida de um inocente".

A pergunta que cortou o silêncio naquela tarde no Eden cortou também o coração de nossos pais. A pergunta que Deus fez confrontou-os com o que haviam feito, com a escolha que tinham feito, com o lugar para onde ela os havia levado e com a estupidez que é revoltar-se com Aquele que os havia feito para serem felizes.

Gosto de pensar que, da mesma forma como Deus não desistiu de Seus primeiros filhos quando eles Lhe viraram as costas, fizeram o que Ele havia falado para não fazerem e se esconderam dEle, ao contrário, foi atrás deles e os chamou, bem, gosto de pensar que Deus não desiste de mim e que às vezes Ele me pergunta "onde você está?"

Ele tem a solução do seu problema nas mãos e pergunta: onde você está? Ele não precisa da resposta, porque Ele sabe onde você está. Ele quer que você descubra isso.


Marco Aurelio Brasil

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

"... por amor do Seu nome." – Salmo 23:3

Você já se perguntou: "Como Deus poderia usar alguém como eu?" O Salmista responde: "Por amor do Seu nome!" Só um nome conta – e não é o seu! Com a mesma intensidade que Deus odeia o orgulho, Ele ama a humildade. A Sua Palavra diz: "… Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes" (Tg 4:6 NVI). Portanto, eis algumas dicas sobre como permanecer humilde. Primeiro, avalie-se sinceramente. Não seja como o castor que disse ao coelho quando eles olhavam a imensa muralha de uma grande represa: "Não, na verdade eu não a construí pessoalmente. Mas ela foi baseada em uma ideia minha". A Bíblia diz: "Não cultive ideias exageradas de si mesmo… mas tente fazer uma estimativa sadia das suas habilidades" (Rm 12:3-4 PHPS). Segundo, aprenda a celebrar a habilidade de outros. Paulo escreveu: "… não tente impressionar os outros. Sejam humildes, considerando os outros melhores que vocês" (Fp 2:3 NLT). Todo gol marcado na vida geralmente é resultado de um esforço em equipe. Seja como o garotinho que chegou em casa voltando das apresentações do teatro da escola e anunciou feliz : "Mamãe, consegui um papel. Fui escolhido para me sentar na plateia e aplaudir". Quando você for capaz de sentir algo parecido, você saberá que chegou lá. Finalmente, não anuncie o seu sucesso antes que ele aconteça. "...Quem está vestindo a sua armadura não deve se gabar como aquele que a está tirando" (1 Rs 20:11 NVI). Quando um dos alunos de Charles Spurgeon orgulhosamente subiu ao púlpito para pregar com seu nariz empinado, e desceu de lá cabisbaixo depois de fracassar miseravelmente, Spurgeon teria dito algo do tipo: "Se você tivesse subido como desceu, teria descido como subiu". Deus abençoa nossos esforços somente quando eles são feitos "por amor do Seu nome".

UCB - Brasil

sexta-feira, 14 de outubro de 2011


sábado, 3 de setembro de 2011

VALE DE OSSOS SECO...




Vamos nesta mensagem analisar um pouco sobre Ezequiel 37. Não são poucas as belas mensagens e ensinamentos que aprendemos com esta passagem, e como a palavra de Deus se renova a cada dia, vamos aprender mais uma vez com ela, analisando mais profundamente cada versículo.
“A mão do Senhor estava sobre mim, e por seu Espírito ele me levou a um vale cheio de ossos.
Ele me levou de um lado para outro, e pude ver que era enorme o número de ossos no vale, e que os ossos estavam muito secos.
Ele me perguntou: “Filho do homem, esses ossos poderão tornar a viver?” Eu respondi: “Ó Soberano Senhor, só tu o sabes”.
Então ele me disse: “Profetize a esses ossos e diga-lhes: ‘Ossos secos, ouçam a palavra do Senhor!
Assim diz o Soberano Senhor a estes ossos: Farei um espírito entrar em vocês, e vocês terão vida.
Porei tendões em vocês e farei aparecer carne sobre vocês e os cobrirei com pele; porei um espírito em vocês, e vocês terão vida. Então vocês saberão que eu sou o Senhor’ “.
E eu profetizei conforme a ordem recebida. E, enquanto profetizava, houve um barulho, um som de chocalho, e os ossos se juntaram, osso com osso.
Olhei, e os ossos foram cobertos de tendões e de carne, e depois de pele, mas não havia espírito neles.
A seguir ele me disse: “Profetize ao espírito; profetize, filho do homem, e diga-lhe: ‘Assim diz o Soberano Senhor: Venha desde os quatro ventos, ó espírito, e sopre dentro desses mortos, para que vivam’ “.
Profetizei conforme a ordem recebida, e o espírito entrou neles; eles receberam vida e se puseram de pé. Era um exército enorme!”

Ezequiel 37: 1-10 (NVI)
Analisemos o Vs. 1º
“A mão do Senhor estava sobre mim, e por seu Espírito ele me levou a um vale cheio de ossos.”
Existem três principais modos de Deus nos mostrar algo: Através dos sonhos que é quando estamos dormindo, através de visão quando estamos acordados e Deus nos mostra um acontecimento ou situação sem nós sairmos de onde estamos, e tem uma outra maneira que é quando o Senhor no leva com corpo e algum lugar, onde aí não é apenas um sonho e nem uma visão, mas sim é seu corpo que foi transportado para outro lugar. Esse terceiro modo foi com o qual Deus levou Ezequiel a um vale de ossos secos, não foi por sonho nem por visão, Ezequiel deixa bem claro que foi pelo Espírito de Deus que ele acabou num vale de ossos secos. Aprendo algo aqui, que nem sempre é o inimigo que nos leva a vales de ossos secos, muitas vezes é o Espírito de Deus nos leva a estes vales em nossas vida.
“Ele me levou de um lado para outro, e pude ver que era enorme o número de ossos no vale, e que os ossos estavam muito secos.”
O Vs. 2 nos mostra algo muito interessante, além de Deus nos levar ao vale de ossos secos, Deus nos faz andar de um lado para outro, para presenciarmos bem a situação e sentir na pele que realmente eram muitos ossos secos neste vale. Trazendo para nossa vida o vale de ossos secos são os problemas ao qual somos levados em nossa vida, e que muitas vazes culpamos o diabo de estarmos lá, mas se tivéssemos um pouco mais de discernimento veríamos que é Deus que está nos levando até aqui. Não reclame nem murmure, pois Deus quer fazer uma grande obra neste lugar mesmo que você está, olha o que ele pergunta a você no Vs 3:
“Ele me perguntou: “Filho do homem, esses ossos poderão tornar a viver”? ” Eu respondi: “Ó Soberano Senhor, só tu o sabes”.
Ezequiel se colocou no lugar dele, ele não sabia, não ficou dando um de sabido, dizendo sim ou não, muitas veses queremos encontrar resposta pra tudo, mas temos que reconhecer nossas limitações, e saber que muitas veses em nossa vida a nossa unica saída é clamar a Deus e declarar que só o Senhor sabe o que fazer xom estes vales de ossos secos em nossas vidas.
“Então ele me disse: “Profetize a esses ossos e diga-lhes: ‘Ossos secos, ouçam a palavra do Senhor! Assim diz o Soberano Senhor a estes ossos: Farei um espírito entrar em vocês, e vocês terão vida. Porei tendões em vocês e farei aparecer carne sobre vocês e os cobrirei com pele; porei um espírito em vocês, e vocês terão vida. Então vocês saberão que eu sou o Senhor’ “.
Glória a Deus! Os ossos reviveram agora Deus é poderoso! Nada disso, Deus falou tudo isso e nada aconteceu, ou seja, não espere Deus fazer aquilo que Deus ensinou você fazer, Deus nos dá a instrução, mas ele só vai operar quando nós fizermos algo. Foi o que Ezequiel fez no Vs 7:
“E eu profetizei conforme a ordem recebida. E, enquanto profetizava, houve um barulho, um som de chocalho, e os ossos se juntaram, osso com osso.”
Em primeiro lugar para transformar problemas ao nosso redo,r temos que obedecer as ordens do senhor, Ezequiel não ficou discutindo com Deus perguntando se tinha que ser assim mesmo, ou dando idéia, ele apenas falou o que Deus mandou falar, tem gente que Deus manda fazer algo, e quando vai fazer é uma dificuldade fazer conforme a palavra de Deus, sempre tem que enventar algo. Mas agora sim com a palavra e ação do profeta, os ossos tornaram a se juntar, então profetize declare a vitória sobre sua vida. Se existe algo que está morto, seco em sua vida, seja sua família, seu ministério, seus negócios, ou até mesmo você, profetize! Determine, e esses ossos se juntarão de novo cada um no seu lugar. Mas não terminou ainda veja o Vs 8
“Olhei, e os ossos foram cobertos de tendões e de carne, e depois de pele, mas não havia espírito neles.”
Deus é um Deus de ordem, faz cada coisa na sua vez, primeiro os tendões, depois a carne, nervos e então a pele, aprenda a esperar na sua vida as etapas que Deus faz, não queira colocar pele naquilo que não tem nem carne ainda, Deus não faz nada bagunçado, aprenda a esperar o tempo de Deus para cada coisa em sua vida. Bom está tudo legal agora ossos, tendões, carne, nervos, pele, tudo juntado de novo, o que ta faltando? O espírito nestes corpos, pois não estão mais secos, mas ainda estão mortos. Ainda que você consiga restaurar o que esta perdido, se não tiver o Espírito do senhor e o seu sopro, até vai estar tudo lindo em sua vida, tudo encaixado, todas as peças no seu lugar, sua família restaurado, ministérios todo organizado, negócio funcionando, mas se não estiver o Espírito do Senhor sobre essas coisas, de nada adianta, vão continuar parecendo mortos. Veja o que Deus orienta no Vs. 9
“A seguir ele me disse: “Profetize ao espírito; profetize filho do homem, e diga-lhe: ‘Assim diz o Soberano Senhor: Venha desde os quatro ventos, ó espírito, e sopre dentro desses mortos, para que vivam’”
Repare que mais uma vez nada aconteceu após a declaração do Senhor, ou seja, até para sermos cheios do Espírito Santo não adianta apenas esperar que Deus faça, a decisão e atitude têm que ser nossa. “Não se embriaguem, pois a bebida levará vocês à desgraça; mas encham-se do Espírito de Deus.” (Efésios 5:18 NVI) Enchei-vos. É você que tem que se encher, é você que tem que buscar de Deus, conhecer sua palavra, orar jejuar para que sua vida não seja que nem esses corpos que até se juntaram de novo, mas continuavam sem vida.
“Profetizei conforme a ordem recebida, e o espírito entrou neles; eles receberam vida e se puseram de pé. Era um exército enorme!”
Mas uma vez a obediencia, e veja o que Deus fez, depois da palavra do profeta, soprou o espírito novamente nos corpos, e eles receberam vida e se tornaram um grande exército. Não reclame do seu problema, ou da situação que você se encontra, se você está no lugar que Deus realmente te colocou, você tem autoridade para profetizar, ainda que esse lugar seja sem vida, se realmente você está no centro da vontade deDeus você tem auoridade sim, você tem autoridade no seu casamento, você tem autoridade no seu minstério, você tem auroidade na sua igreja, no seu trabalho, agora se você está fora da direção de Deus pode clamar que nada vai acontecer, mas caso contrário, Profetize! Determine! Faça sua parte, o que agora está parecendo um vale de ossos secos muito em breve se tornara um exército numeroso, e Deus vai restituir tudo o que te foi tirado, ainda que você se ache sem futuro sem nenhuma perspectiva, creia busque que Deus vai te levantar como um grande guerreiro.

FONTE GOSPEL MAIS.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

VASILHAS TRANSBORDANTES

(Efésios. 5:18) - enchei-vos do Espírito
Mark Guy  Pearse narra a experiência marcante que teve em uma viagem de trem. “Eu refletia sobre a vida vitoriosa e cheia de poder do cristão”.
Enquanto estava lendo, relata  ele, meus olhos se fixaram na palavra "receber" e um grande gozo entrou em minha alma.
Não me sentia subindo ao céu, mas o Senhor descendo.
Estava chovendo e, enquanto o trem parava na estação, eu notei uma senhora  já idosa, saindo de sua humilde casa e colocando uma vasilha do lado de fora para pegar água da chuva.
A vasilha logo encheu e começou a transbordar.
Imediatamente elevei meu pensamento a Deus e lhe pedi: -- Senhor, tome a vasilha do meu coração, quebrada e seca, e faze-a transbordar do Seu poder”.

Como é maravilhoso sentir o gozo transbordante da graça e do poder de Deus sobre nossas vidas.
A alegria é tremenda, o mover de Seu Espírito nos enche de júbilo, nada neste mundo pode se comparar à felicidade que experimentamos quando o Senhor Jesus está presente em nossos corações.

O cristão que se conforma com as bênçãos do passado, que nada faz para alcançar novas experiências, que conserva a sua vasilha seca e vazia, não é reconhecido como sal da terra, nem como luz do mundo, nem traz no rosto o brilho característico de uma vida vitoriosa.
Ele é como árvore seca que não produz fruto, como terra árida onde nada cresce, não tem o perfume de Cristo e não pode dizer: -- Sou um dos tais!

Se  sentimos que estamos necessitando do revestimento do poder do nosso Salvador, é hora de colocar nossas vasilhas espirituais sob as goteiras das chuvas de bênçãos celestiais que Ele tem preparado para cada um de Seus filhos.
Fazendo isso seremos novas criaturas e o mundo verá que somos verdadeiramente cristãos.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

O Primeiro Passo

"E nós temos visto, e testificamos que o Pai enviou seu

Filho como Salvador do mundo" (1 João 4:14).

Quando a reunião se encerrou, um estranho abordou o pregador
e lhe disse: "Eu não gosto de sua pregação. Eu não gosto de
ouvir sobre a cruz. Não seria muito melhor pregar sobre
Jesus, o Mestre e Seu exemplo de vida?" "Você estaria
disposto a segui-Lo se eu pregasse a Cristo como exemplo?"
perguntou o pregador. Quando o estranho assegurou ao
pregador que seu desejo era seguir os passos de Cristo, este
sugeriu: "Então, tomemos o primeiro passo. Está escrito que
Ele não cometeu nenhum pecado. Pode você seguir este passo
inicial?" O estranho mostrou-se confuso. "Não", ele admitiu,
"eu peco. Eu reconheço isto". "Bem, então", respondeu o
pregador, "sua primeira necessidade de Cristo não é como um
exemplo mas como um Salvador." Um homem que está afundando
em areia movediça e ouve alguém caminhando na orla dizer:
"Caminhe como eu. Siga meu exemplo e tudo estará bem"
estaria impotente para seguir o exemplo aconselhado.
Primeiro ele precisa ser salvo. Depois ele poderá caminhar
como o exemplo na orla.

A maior bênção que podemos receber de Deus é a salvação em
Jesus Cristo. Precisamos reconhecer que erramos e que o
nosso erro desagrada ao Pai. O primeiro passo, então, é
pedir ao Senhor que nos perdoe para que sejamos restaurados
diante dEle. Com as vidas consertadas poderemos não apenas
desfrutar das bênçãos que o Senhor tem para nós como também,
através de nosso exemplo, ser uma bênção para todos.

É muito gratificante seguir os passos de Jesus. Demonstrar o
amor que Ele semeou em nossos corações. Estender as mãos aos
necessitados como Ele nos ensinou. deixar a Sua luz brilhar
em nosso rosto e através de nossas ações. Mas, nada disso
será possível se, em primeiro lugar, não o recebermos como
Senhor e Salvador de nossas almas.

Você já deu o primeiro passo?

Paulo Barbosa
Um cego na Internet

sábado, 21 de maio de 2011

O FILHO

Um próspero homem e seu único filho, amavam colecionar obras de artes raras. Eles tinham de tudo em sua coleção, desde Picasso a Raphael.Eles sempre sentavam e admiravam as grandes obras de arte juntos.
Quando a guerra do Vietnã estourou o filho foi pra guerra. Ele era muito corajoso e morreu na batalha enquanto salvava outro soldado. Quando o pai ficou sabendo da morte do seu precioso e único filho, sofreu muito.
Quase um mês depois, após o Natal, ouviu batidas naSEM porta. Um jovem parado na porta com um grande embrulho nas mãos. Ele disse,”O senhor não me conhece, mas eu sou o soldado a quem seu filho deu a vida.
Ele salvou muitas vidas naquele dia, ele me carregou pra me salvar quando foi atingido por uma bala no coração e morreu instantaneamente. Ele sempre falava sobre o senhor e sobre a coleção de arte que vocês tinham juntos.
O jovem entregou ao pai o embrulho que tinha nas suas mãos. “Eu sei que isso não é muito. E também não sou um grande artista, mas eu gostaria que aceitasse.” O pai abriu o embrulho. Era um retrato do seu filho, pintado pelo jovem.
Ele se assustou pelo modo como o soldado tinha captado a personalidade do seu filho na pintura.
E os olhos do pai se encheram de lágrimas. Ele agradeceu ao jovem e ofereceu uma quantia em dinheiro pela pintura.”Oh, não senhor, eu jamais poderei pagar o que seu filho fez por mim. É um presente.”
O pai aceitou emocionado e colocou o retrato junto com as demais obras de arte. A todos os visitantes que iam ver as obras de arte, ele se orgulhava de mostrar o retrato de seu filho antes de mostrar as demais obras de arte.
O homem morreu poucos meses depois. E foi feito um grande leilão de suas obras de arte. Muitas pessoas de influência e posses, colecionadores de arte, se reuniram pra ver se conseguiam adquirir algumas das preciosidades. Na plataforma estava lá, pra todos verem a pintura do filho
O leiloeiro golpeava o seu martelo. “Começaremos o leilão com a pintura do filho. quem pagará por essa pintura?” E houve um silêncio!
Então uma voz no fundo da sala, disse: “Queremos ver as obras de arte de pintores famosos. Deixe essa pra depois.” Mas o leiloeiro persistiu. “Alguém pagará por essa pintura? Quem começará ofertando? $100, $200?”
Outra voz, gritou nervosamente. “Não viemos aqui pra ver essa pintura.. viemos aqui pra ver Van Goghs, Rembrandts, Picasso. Esses valem as ofertas!”
Mas o leiloeiro continuou. “O filho! O filho! Quem levará o filho?” Finalmente, uma voz falou lá do fundo da sala. Era o jardineiro do homem e seu filho. “Eu darei 10 doláres por essa pintura.”
Sendo um homem pobre, era tudo que podia ofertar.”Temos 10 dolares, quem pagará 20 dolares?”"Dê a ele por 19 doláres. Deixe-nos ver as grandes obras.”"10 dolares é a oferta, Alguém não quer dar 20 dolares?”
A multidão estava começando a ficar enfurecida. Eles não queriam a pintura do filho. Eles queriam mais investimentos para as suas coleções. O leiloeiro golpeou o seu martelo.”Dou-lhe uma, dou-lhe duas, VENDIDO, por 10 doláres!”
Um homem sentado na segunda fila, gritou. “Agora, mostre-nos as grandes obras da coleção!” O leiloeiro abaixou seu martelo. “Lamento, o leilão acabou.”
“Mas e as outras pinturas?”
“Lamento. Quando fui chamado pra conduzir esse leilão, eu fiquei sabendo do desejo secreto do dono das obras. Eu não podia revelar isso até agora. Somente a pintura do filho seria leiloada.

Quem adquirisse a pintura do filho, levaria toda a coleção junto com ela. O homem que levou o filho ganhou com ele tudo o mais!”
Deus deu Seu único e precioso Filho pra morrer em nosso lugar há 2000 anos atrás. Assim como o leiloeiro, Sua mensagem hoje é, “O Filho, o Filho, quem levará o filho?”
Perceba, quem levar o Filho, leva tudo o mais.
“E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida.” 1S.João 5:12
(autor desconhecido)

terça-feira, 26 de abril de 2011

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Um Remédio Indispensável

"O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito
abatido seca até os ossos" (Provérbios 17:22).


Dois homens, que por muito tempo haviam sido amigos,
tornaram-se inimigos por um desentendimento insignificante.
Um deles estava muito doente, com risco de morte. O outro
veio lhe visitar, achando que era seu dever, pelos velhos
tempos. O homem doente, querendo se desculpar, disse: "Eu
sinto muito por todas as coisas indelicadas que lhe disse".
O outro, falou que aceitava seu pedido de desculpas e que
deveriam esquecer o assunto. O homem doente acrescentou:
"Isso é apenas no caso de eu vir a morrer."


Muitas vezes agimos de forma semelhante. Guardamos mágoas,
alimentamos ressentimentos, estragamos nossa vida e
permitimos que a infelicidade nos acompanhe por longo tempo,
simplesmente porque não somos capazes de amar, de perdoar,
de esquecer.


Quantas coisas maravilhosas poderíamos guardar em nossas
lembranças: o sorriso de uma criança a quem estendemos a
mão, a gratidão de um amigo a quem socorremos em uma hora
difícil, o abraço de um vizinho a quem demonstramos
solidariedade, o reconhecimento de um inimigo a quem
perdoamos -- e esquecemos -- uma ofensa. As recordações de
tais acontecimentos encherão nossa alma de regozijo, nosso
coração de grande gozo, nossos dias de verdadeira
felicidade.


Quando as nossas lembranças arquivam ressentimentos,
revoltas, desejos de vingança ou coisas semelhantes, não
somos capazes de ver o sol brilhar, de ver o balançar das
folhagens pela ação de uma brisa agradável, de ouvir os
pássaros cantando belas melodias de louvor ao Criador.
Nossos dias são tristes, nossas esperanças frustradas,
nossos sonhos mortos.


Boas lembranças alegram o coração e isso é um remédio
indispensável para uma vida abundante e vitoriosa diante de
Deus.


Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

AGUENTE FIRME!

Às vezes nós pensamos: "Porque é que temos que passar por estas provações e quebrantamentos, Senhor?" Mas há algumas coisas que o Senhor não pode revelar-nos com antecedência porque ainda não estamos preparados. Ele tem que nos deixar passar por algumas provas sem nem sabermos o que o futuro nos reserva, para ver se conseguimos aguentar, para ver se somos leais, para ver quão fortes somos, para ver quão fiéis somos, para ver se estamos dispostos a fazer o que quer que o Senhor nos peça! Se Ele nos dissesse logo no início qual seria o final, seria muito fácil, seria como dar-nos a solução de um jogo de advinhação ou montar um quebra-cabeças para nós. Dessa forma não seria prova nenhuma.
Embora por um lado Deus tenha pena de nos ver sofrer, Ele adora ver-nos sair vitoriosos, apesar de todas as provas e batalhas. Ele adora ver-nos terminar a carreira, aguentar as dificuldades e a batalha, combater até ao fim e ganhar!
Se você conseguir aguentar a prova, Deus pode usá-lo para algo maior do que tudo que você já fez, no centro da Sua Vontade, onde Ele sabe que você se encaixa melhor, no trabalho especial que Ele tem para você, a coisa que Deus mais deseja ver realizada.
Portanto, não se conforme com nada a não ser a vontade suprema de Deus! Aguente firme! Está logo ali, ao virar da esquina! E vale a pena! (Apoc.3:11)

quinta-feira, 31 de março de 2011

quarta-feira, 23 de março de 2011

VERSÍCULO:
“Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na
angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e
ainda que os montes se projetem para o meio dos mares”;
-- Salmos 46:1-2

PENSAMENTO:
Deus não é apenas nosso protetor; Ele é nosso auxiliador.
Mesmo quando nosso mundo parece estar desmoronando ao nosso redor,
Ele está presente. Ele nos libertará da morte ou através da
morte. Ele nos libertará do mal, ou nos libertará para vencer o
mal. Nossa tarefa é confiar que, no meio dos terremotos e tsunamis
das nossas vidas, não estamos sozinhos, nem abandonados.


iluminalma.com.br

quinta-feira, 17 de março de 2011

E você se importa?

Imagine que é uma típica tarde de sexta - feira e você está dirigindo em direção à sua casa.Você sintoniza o rádio. O noticiário está falando de coisas de pouca importância.
Você ouve que numa cidadezinha distante morreram 3 pessoas de uma gripe, até então, totalmente desconhecida.  Na segunda-feira, quando acorda, escuta que já não são 3, mas 30.000, as pessoas mortas pela tal gripe.  
Começa o pânico na Europa. As informações dizem que, quando você contrai o vírus, é questão de uma semana de vida. Em seguida, as pessoas têm 4 dias de sintomas horríveis e morrem.
De repente, vem a notícia esperada: conseguiram decifrar o código de DNA do vírus. É possível fabricar o antídoto! É preciso, para isso, conseguir sangue de alguém que não tenha sido infectado pelo vírus. 
Corre por todo o mundo, a notícia de que as pessoas devem ir aos hospitais fazer análise de seu sangue e doar para a fabricação do antídoto.
Você vai de voluntário com toda sua família, juntamente com alguns vizinhos, perguntando-se, o que acontecerá. Será este o final do mundo? De repente, o médico sai gritando um nome que leu em seu caderno. O menor dos seus filhos está ao seu lado, se agarra na sua jaqueta, e lhe diz:
Pai? Esse é meu nome!
E antes que você possa raciocinar, estão levando seu filho, e você grita:
"Esperem!"
E eles respondem:
"Tudo está bem! O sangue dele está limpo, e é sangue puro. 
Achamos que ele tem o sangue que precisamos para o antídoto."
Depois de 5 longos minutos, saem os médicos chorando e rindo ao mesmo tempo.
E é a primeira vez que você vê alguém rindo em uma semana.-"Posso falar-lhes um momento? Não sabíamos que o doador seria uma criança e precisamos que o senhor assine uma autorização para usarmos o sangue de seu filho." 
Quando você está lendo, percebe que não colocaram a quantidade de sangue que vão usar, e pergunta:
"Mas, qual a quantidade de sangue que vão usar?"
O sorriso do médico desaparece e ele responde:
- "Não pensávamos que fosse uma criança. Não estávamos preparados...Precisamos de todo o sangue de seu filho..."Você não pode acreditar no que ouve e trata de contestar:"Mas...mas..."
O médico insiste:
-"O senhor não compreende? Estamos falando da cura para o mundo inteiro! Por favor, assine! Nós precisamos de todo o sangue!"
Você, então, pergunta:-"Mas vocês não podem fazer-lhe uma transfusão?"E vem a resposta:"Se tivéssemos sangue puro, poderíamos. Assine! Por favor, assine!” Em silêncio, e sem ao menos poder sentir a caneta na mão, você assina.
Perguntam-lhe: -"Quer ver seu filho agora?"
Ele caminha na direção da sala de emergência onde se encontra seu filho, que está sentado na cama, e ele diz: -"Papai!? Mamãe!? O que está acontecendo?"
O pai segura na mão dele e fala: -"Filho, sua mãe e eu lhe amamos muito e jamais permitiríamos que lhe acontecesse algo que não fosse necessário, você entende?” O médico regressa e diz:-"Sinto muito senhor, precisamos começar, gente do mundo inteiro está morrendo, o senhor pode sair?"
Nisso, seu filho pergunta: -"Papai? Mamãe? Por que vocês estão me abandonando?"
E na semana seguinte, quando fazem uma cerimônia para honrar o seu filho, algumas pessoas ficam em casa dormindo, e outras não vêm, porque preferem fazer um passeio ou assistir um jogo de futebol na TV. 
E outras veêm, mas como se realmente não estivessem se importando. Aí você tem vontade de parar e gritar:
- MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!! NÃO SE IMPORTAM COM ISSO?
Talvez isso é o que DEUS nos quer dizer:
-MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!! NÃO SABEM O QUANTO EU OS AMO?
É triste como algumas pessoas debocham de Deus, e dizem que não entendem como o mundo caminha de mal para pior. É triste como acreditam em tudo aquilo que leêm nos jornais, mas questionam as palavras de Deus.
Todos querem ir para o Céu, mas nada fazem para merecê-lo. É triste como as pessoas dizem: "Eu creio em Deus!", mas com suas ações, mostram totalmente o contrário.
É triste como as pessoas se preocupam com o que as pessoas pensam delas, mas não se preocupam com aquilo que DEUS possa pensar. Depois de terminar de ler esta mensagem, se realmente sentir em seu coração que deve compartilhá- la, envie aos seus amigos. Talvez eles estejam precisando, exatamente, de ler uma mensagem como esta.
Pensem nisso... 

(Autor desconhecido)

sábado, 5 de março de 2011

O DESERTO MACHUCA...

As marcas do deserto são de fato...
Os sinais de uma vida que peregrinou...
Sob a confiança do Senhor.
O deserto machuca...
Mas enrijece.
Queima a pele...
Mas tempera o caráter.
No deserto não há supermercados, nem despensas...
Mas há a graça de Deus...
Suprindo as necessidades de cada dia.
Sempre que Deus pretender usar alguém...
Ele o conduz ao deserto...
Para exercitá-lo nos limites da dependência.
Diante dos percalços da vida...
O Senhor nos promete superação!
Ele não deixará...
Que Nada atrapalhe a nossa trajetória!
Nada e ninguém podem nos impedir...
De alcançarmos aquilo que é nosso por direito!
Ainda que o inferno se levante...
Ainda que pareça difícil...
Ainda que todos digam que você não vai conseguir.
Diga pra eles:
Tudo posso naquele que me fortalece..."( Felipenses:4,13 )

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

O MESMO POR NÓS


"A minha dinastia está de bem com Deus. Ele fez uma  aliança eterna comigo, firmada e garantida em todos os aspectos. Certamente me fará prosperar em tudo e me concederá tudo quanto eu desejo."
2Samuel 23.5

Davi foi um homem incrível!

Ursos e leões fazem parte da sua história de batalha. Louvores e adultério, grandes guerras contra poderosos exércitos e pequenos conflitos interiores, vitórias e fugas, ganhos e perdas, elogios e desprezos e insultos, conquistas e derrotas, sedução e fúria, fiéis amizades e terríveis inimigos, dias de trono e dias em cavernas... Todas essas coisas fazem parte da história de Davi. Mas em nenhum momento vemos Davi culpando Deus, pretendendo abandonar o Senhor por causa das suas fraquezas, frustrações e adversidades.

Ele foi tirado do meio das ovelhinhas para reinar sobre o povo mais caro do mundo, o povo de Deus. Passou por altos e baixos terríveis, mas sempre atribuiu ao Senhor o domínio de todas as coisas e não blasfemou contra o Senhor, nem mesmo quando foi perseguido por Absalão, seu próprio filho que queria matá-lo.

Davi nem sempre teve seus desejos atendidos (2Samuel 6.1-8; 12.1-20; 18.1-33), mas nem por isso o vemos questionando o Senhor, como se quisesse empurrar Deus contra a parede e tirar satisfações sobre o que Deus fez ou permitiu acontecer.

Certamente foi por esse reconhecimento que Davi tinha acerca da perfeição de Deus e da Sua sabedoria – reconhecimento que lhe fez sempre submisso e temente ao Senhor – que Davi foi considerado o melhor rei que Israel já teve, e um dos maiores exemplos a serem seguidos por todas as gerações futuras.

Tudo o que Davi passou de bom e de ruim não lhe fez parar. Mas ao final de tantas batalhas, ele pode concluir que sua dinastia estava em Paz com Deus, e atribuiu isso à aliança eterna que o Senhor havia feito com ele, a qual estava "firmada e garantida sobre todos os aspectos" (2Samuel 23.5). Mesmo nas piores lutas, Davi sabia enxergar a mão de Deus lhe cobrindo. Ele sabia que a base da sua felicidade não eram as pessoas e muito menos as circunstâncias, mas a amizade com o próprio Deus. E assim estava certo que, independente do que acontecesse, ele estaria seguro com seu Senhor.

Quando Davi escreveu tantos salmos maravilhosos sobre esse relacionamento de sincera adoração e intimidade com o Senhor, ele queria, de alguma forma, nos contar que Deus faria o mesmo também por mim e por você.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

CURA OU ALÍVIO TEMPORÁRIO?

Algumas vezes é melhor que as coisas piorem, antes que comecem a melhorar.  Jean Pierre

A grande verdade é que na esmagadora maioria das vezes é tão-somente quando a dor é insuportável, quando a situação é profundamente caótica, que tomamos a decisão de mudar. Isso porque, enquanto pudermos manejar os pequenos problemas, vamos tentar fazê-lo como sempre fazemos: à nossa maneira.

Enquanto os desafios forem pequenos, e estiverem dentro do nosso alcance de solução, certamente faremos tudo o que for possível para encontrar o mais rápido e temporário alivio, sem termos de nos deter no fato de que existe um problema mais profundo e uma questão maior, com que fatalmente – mais cedo ou mais tarde - teremos de nos defrontar.

Constantemente cada um de nós é surpreendido pelo dilema: Para onde vou correr? Para a cura, ou para o alívio temporário? O alívio temporário consiste em fazer tudo o que é possível para cobrir, disfarçar, esconder ou eliminar o problema....temporariamente. A cura - pelo contrário – vai fundo na ferida, como um meio de eliminar a causa do problema. A cura – sem nenhuma dúvida – envolve uma dor muito maior do que o alívio temporário. Pense no entanto no seguinte: uma vez que a cura se faz presente, o problema é eliminado para sempre. 
...se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei seus pecados e sararei a sua terra.  II Crônicas 7:14

Nélio DaSilva 

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Ele também entende de lágrimas !


"...E, assim, enxugará o SENHOR Deus as lágrimas de todos os rostos, e tirará de toda a terra o opróbrio do seu povo, porque o SENHOR falou" - Isaías 25:8. 




Elas estão presentes em nosso dia-a-dia, talvez mais presente do que supomos. Mesmo nos corações mais bem preparados, mas vez ou outra lá estão elas. São companheiras inseparáveis de um caminhar árduo. Regam o solo de nosso coração trazendo esperança na desesperança e consolo quando às vezes não nos resta "quase" nada. 

Foram criadas pelo próprio homem, pois nos céu dos céus não tem espaço para elas, porém até mesmo o Senhor, quando se deparou com um amigo morto, não escapou de tê-las por perto. 

Jesus chorou ! Elas igualmente marcaram Sua vida ! 

Mesmo Ele sabendo que a glória do Pai se manifestaria naquele morto e o traria a vida, mas... Ele chorou. Derramou lágrimas à presença de muitos, sem se importar com o que pensariam dEle...sem se importar se iriam taxá-Lo de incompetente ou fraco...Sem fazer conta de que homem que é homem não chora. (E como chora). 

Jesus chorou ! 

Evidenciando que era humano, e que os sentimentos afluíam por seu ser, como de qualquer outro ser, Ele chorou ! 

Chorou não somente por Lázaro, mas para dizer que entende o "nosso" lamento...que compreende a "nossa" dor...conhece o significado de uma lágrima que insiste em rolar face abaixo, mesmo que um esforço enorme seja despendido para impedi-la. 

Jesus chorou, manifestando ali seu desconforto com aquela situação. Ele pode enxugar dos seus olhos as lágrimas que te tem sido companheira quase inseparável. 

Se você tem o fardo pesado, Ele tem o fardo leve... Se você tem as lágrimas, Ele tem um lenço especial para enxugá-las. 

Isso para que você diga: "Este é o meu Deus, em quem espero, e Ele me salvará; este é o Senhor, a quem aguardo: na Sua salvação me exulto e me alegro". 

Sim ! Ele tem visto suas lágrimas, contemplado seu lamento e tem estado mais perto de você do que imaginas. Somente pela fé, poderás senti-Lo, pois sem fé é impossível agradar a Deus. 

Por que sobe tais pensamentos ao seu coração ? 

Por que até mesmo a alegria de louvá-lo, tem cessado em sua vida ? 

Não consegues perceber que a terra está sendo consumida por maldição e os que habitam nela se tornam culpados...e muitos que pelo caminho estão desfalecendo e esfriando, serão consumidos ? 

Devemos com nossa alma suspirar pelo Senhor, e como nosso espírito diligentemente lhe procurar, pois Ele é Deus e soberano, INDEPENDENTE de como nos sintamos e falamos ou deixamos de falar dEle ou com Ele. 

Ele é Deus, e basta ! 

Jesus chorou, para poder compreender nossas lágrimas ! Ele compreende a emoção que acompanha uma lágrima que flui de um coração contrito, pois, passou por isso ! 

Pense nisso e alimente sua fé, pois a promessa é que elas durem uma noite, após segue-se a alegria. 

A alegria é certa, se você tiver fé suficiente para aguardar a sua chegada, pois Deus não muda e nem mente. Se Ele disse que o choro pode durar uma noite e ao amanhecer vem a alegria...podes acreditar, pois é a mais pura verdade.


por Vilson Ferro Martins 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...