English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

sábado, 11 de dezembro de 2010

FORMANDOS DO REINO

"[...] Eles receberiam um treinamento durante três anos, e depois disso passariam a servir o rei."
Daniel 1.5


Conheço pessoas que passaram dois, três, quatro anos estudando para prestar um único concurso: o de procurador da República.

Nossas faculdades são exemplos claros e objetivos de anos de formação necessários para que se exerça alguma função. A de medicina, por exemplo, dura em torno de sete anos, até que o médico formado possa assumir um consultório.

Para servir o próprio rei da Babilônia [Nabucodonosor, neste caso], "jovens sem defeito físico, de boa aparência, cultos, inteligentes, que dominassem os vários campos do conhecimento e fossem capacitados para servir no palácio do rei" deveriam aprender "a língua e a literatura dos babilônios" (Daniel 1.4), e ainda seriam submetidos a um treinamento durante três anos para, só depois disso, servirem ao rei.

Quando recebemos de Deus um chamado – o chamado para servir ao Rei dos reis e SENHOR dos senhores – necessariamente nos tornamos formandos do Reino e precisamos também receber do SENHOR um treinamento especial que nos tornará aptos a cumprir o ministério que nos foi outorgado. Mas nossa ansiedade nos impulsiona e nós queremos que tudo aconteça imediatamente. Queremos que seja já, para agora, para ontem – se possível fosse. A preparação necessária parece que não tem nenhum valor para os ansiosos em exercer seus ministérios.

Mas Deus também prepara Seus operários. Ele chama e capacita, até que chegue o momento certo de colocar Seus servos em campo.

Vemos, por exemplo, centenas de pessoas se oferecendo para pregar, deixando seus empregos para "viver da obra", querendo adiantar aquilo que ainda não está pronto para receber. Vemos ainda outros milhares procurando um meio de gravar o seu CD, nem que seja numa gravadora de fundo de quintal, no ímpeto de "exercer o chamado". E isso muitas vezes é frustrante, porque Deus quer que essas pessoas aprendam primeiro a orar, a se consagrar, a se revestir do poder do alto, a ter um novo caráter mais santo e forte e dependente do SENHOR. Quando essa ordem dos fatos deixa de ser cumprida, as consequências são desastrosas. Eu mesma conheço várias pessoas muito próximas de mim que passaram à frente de Deus quando foram escolhidas por Ele para exercer algum tipo de ministério e que até hoje [já há muitos anos] estão quebrando a cabeça, sofrendo frustração atrás de frustração. Umas portas se fecharam e outras nunca se abriram para elas. Seus planos malograram porque ainda não era o tempo de Deus para suas vidas.

O rei da Babilônia escolheu homens quase perfeitos para serem mais aperfeiçoados ainda e poder servi-lo. O Rei dos reis escolhe pessoas defeituosas, cheias de impurezas e desprezíveis, para transformá-las em modelos a serem seguidos. Ele capacita os Seus escolhidos e faz deles vasos usados para honra. Mas isso leva tempo e requer de nós muita paciência e entrega.

Se você tem um chamado, descanse no SENHOR e procure dedicar o seu tempo a aprender, a crescer, a se desenvolver para o Reino nessa faculdade da vida. O SENHOR sabe o momento exato de te colocar em campo. E quando isso acontecer, não ficará uma só porta fechada nos lugares por onde você deva passar.


Elaine

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Bençãos Disfarçadas

Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida. Gên. 50:20.

Nosso verso refere-se à experiência de José. Quando foi vendido como escravo, os seus irmãos tiveram a certeza de que os sonhos proféticos dele jamais se cumpririam. Mas deixaram de considerar o fato de que Deus pode tomar uma situação má e convertê-la em algo bom. Ele fez isso por Seus filhos fiéis inúmeras vezes.

Wallace Johnson estava com 40 anos de idade em 1939. Achava que tinha estabilidade em seu emprego na serraria. Então um dia o seu patrão o chamou e disse-lhe que estava despedido. Isso não podia ter acontecido numa época pior. Os Estados Unidos da América estavam justamente saindo da grande depressão financeira da década de 30, e Johnson tinha esposa e filhos para manter. Como, perguntava-se ele, poderia a família sobreviver financeiramente agora?

Johnson saiu da serraria com a sensação de que seu pequeno mundo desabara. A caminho de casa, entretanto, orou por orientação divina. Quando entrou em sua casa e contou à esposa o que havia acontecido, o seu estado de ânimo já era melhor.
- O que é que você vai fazer agora? - quis saber a esposa.
- Vou hipotecar a casa e entrar no negócio de construções - anunciou ele.

Sua primeira tentativa foi a construção de duas pequenas estruturas. Dentro de cinco anos, a família Johnson estava multimilionária. Wallace foi o fundador da rede de hotéis Holiday Inn e ficou conhecido como o "albergueiro da América". Mais tarde ele declarou: "Se eu pudesse encontrar o homem que me despediu do emprego, eu teria de agradecer-lhe. Quando fiquei desempregado, não pude ver a mão de Deus naquela circunstância, mas posteriormente vim a entender que Ele o permitira para que eu pudesse contribuir financeiramente para a manutenção de Sua obra na Terra, enquanto ao mesmo tempo me dava condições de oferecer emprego a mais de 100.000 pessoas."

sábado, 27 de novembro de 2010

caráter tratado,fruto manifestos


Caráter é a soma total de influências positivas ou negativas, apreendidas na vida de uma pessoa. É como uma marca impressa que distingue o indivíduo, e é formado pela aprendizagem. O caráter, no grego, significa imagem (Hb 1:3). O que o homem tem edificado com seus dons e talentos logo será destruído, se for edificado com base num mau caráter. O caráter se manifesta através de valores, motivações, atitudes, sentimentos, ações.

Todos precisamos ser tratados no caráter para que nossos frutos sejam vistos pelos novos convertidos. Como devemos ser tratados? Existem várias formas que Deus usa para isto: tratamento pelo fogo, pela lavagem, pelo perdão, pelas humilhações. Nossas atitudes diante do tratamento determinarão se obtivemos êxito, pois é a disposição para a mudança que gera frutos.

Podemos fazer uma comparação das características de Cristo e da Serpente, para perceber quais as atitudes que impedem a consolidação.

Cristo

Serpente

Acessível

Arrogante

Alegre

Oprimido

Auto-domínio

Descontrolado

Calmo

Violento

Cavalheiro

Grosseiro

Constante

Inconstante

Decoroso

Indecente

Diligente

Vadio

Ensinável

Jactancioso

Esforçado

Comodista

Firme

Frouxo

Humilde

Orgulhoso

Íntegro

Hipócrita

Justo

Injusto

Manso

Explosivo

Moderado

Exaltado

Paciente

Impaciente

Perdoador

Irreconciliável

Pontual

Relaxado

Puro

Impuro

Quebrantado

Altivo

Reto

Parcial

Sábio

Insensato

Santo

Oportunista

Servo

Envaidecido

Sincero

Fingido

Sofredor

Apressado

Submisso

Rebelde

Tolerante

Intolerante

Trabalhador

Preguiçoso

Transparente

Dissimulado

Verdadeiro

Falso

Nossos frutos são manifestos e são mais cedo ou mais tarde reconhecidos por aqueles que nos cercam. Um bom testemunho de vida é fator fundamental para consolidar aqueles que cansados de um mundo errado, buscam um referencial de integridade e equilíbrio entre o povo de Deus.


Pr. Arão Amazonas

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Deus é a Nossa Fortaleza!!
As Dificuldades nos aproximam + d Deus.
Diga ao Senhor: "Me ajude Deus!"
Qto maior o gigante, maior será a vitória
A fé nos traz coragem para
viver uma vida plena em Cristo
Não olhe as tempestades,
as adversidades!
Qto maior as adversidades,
maior será a benção.
Não se deixe intimidar!
Sua vida pode ser um manancial!
Não desanime, não desista!
Deus diariamente nos dá
desafios q possamos vencer!
Temos dificuldades, quem não as tem?
Mas vencemos tdas em Cristo Jesus!
Tenha um coração temente a Deus!
O Senhor será a sua força,
seu escudo e fortaleza!
Não jogue seus projetos
fora, busque e realize-os!
QUE DEUS TE
PROTEJA SEMPRE.



Márcia

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Á HORA É AGORA


Ás coisas verdadeiramente importante
não é fáceis de conseguir, por isso
é importante que você primeiro.
ACREDITE que pode mudar sua realidade,
e depois TRABALHE DURO, pela mudança
que têm que ser feitas em sua vida
para alcançar o suce$$o, que você merece.
Ninguém é perfeito nem nasceu
pronto para brilhar. Todos os homens
e mulheres de sucesso trabalharam muito,
enfrentaram suas dificuldades, mas sempre
mantiveram fortes seus desejos
de progredir, de crescer, de ser
melhor a cada dia. Nunca esqueça disso,
sobretudo se estiver trabalhando.
Que O MELHOR MOMENTO, é sempre o AGORA.
Que A PESSOA MAIS IMPORTANTE
é a que está á nossa frente.
Que O NOSSO OBJETIVO é fazê-la feliz.
Procure fazer as pessoas felizes E
verá como você também vai ser feliz.
E nunca se esqueça: a hora do sucesso é agora,
A HORA DO SEU SHOW! DER
SEMPRE O SEU MELHOR.
POR QUE QUEM NÃO VIVE
PARA SERVIR, NÃO SERVE PARA VIVER.
Que o nosso Senhor Jesus te abençoe.

sábado, 13 de novembro de 2010

Assim como Jesus provou a fé da mulher cananéia,

“A mulher veio, adorou-o de joelhos e disse: “Senhor, ajuda-me!”

Ele respondeu: “Não é certo tirar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos”.

Disse ela, porém: “Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas

que caem da mesa dos seus donos”. Jesus respondeu:

“Mulher, grande é a sua fé! Seja conforme você deseja”.

E naquele mesmo instante a sua filha foi curada”.

(Mateus 15:25-28)



A grande tragédia de tantas pessoas que têm contato com Jesus é que,

como ele disse "ouvindo, não ouvem, nem entendem" (Mateus 13:13).

Esta mulher, de um povo pagão, provavelmente com pouca instrução e talvez nenhum contato com a Palavra de Deus, entendeu exatamente o que Jesus estava dizendo.

Ela compreendeu que Jesus tinha uma missão e que

ele tinha que dar prioridade àquela missão.

Ela aceitou tudo que Jesus disse, por mais humilhante que tenha sido para ela.

Ou seja, ela aceitou a condição necessária de todo súdito

do Reino - pobreza de espírito.

No entanto, ela não deixou de pedir ajuda.

Por quê?

Porque ela entendeu a outra parte da equação do Reino - Deus é grande,

mas ele também é bom!

Qual o grande feito da mulher cananéia?

Ela escutou atentamente aquilo que Jesus estava dizendo

e aceitou sua condição perante ele.

Quão poucas pessoas fazem isso!

Quantos não querem se justificar, se defender, se exaltar?

Esta mulher pagã escutou, procurou entender e se lançou a mercê do Senhor.

Isso impressionou tanto Jesus porque tão poucas pessoas

estão realmente escutando atentamente às palavras d’Ele.

Tão poucas pessoas compreendem seu lugar, ou quão distantes estão de Deus.

E tão poucos entendem quão grande é o amor d’Ele para poder nos salvar!

Algo tão simples, e tão raro que até Deus se impressiona quando vê.

Você lembra quando entendeu isso?

Será que não é hora de relembrar, e hora de ajudar

alguém que você conhece que ainda não entendeu?




Dennis Downing

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Deserto


O deserto machuca Mas enrijece. Queima a pele Mas tempera o caráter No deserto não há supermercados, nem despensas... Mas há a graça de Deus Suprindo as necessidades de cada dia Sempre que Deus pretender usar alguém Ele o conduz ao deserto Para exercitá-lo nos limites da dependência Diante dos percalços da vida O Senhor nos promete superação! Ele não deixará Que Nada atrapalhe a nossa trajetória! Nada e ninguém podem nos impedir De alcançarmos aquilo que é nosso por direito! Ainda que o inferno se levante... Ainda que pareça difícil... Ainda que todos digam que você não vai conseguir. Diga pra eles: Tudo posso naquele que me fortalece.

( Autor Desconhecido)

sábado, 6 de novembro de 2010


Há uma grande diferença entre praticar uma religião e experimentar um relacionamento com Deus.
Há uma grande diferença entre religião e salvação

Há muitas religiões, mas só Deus e um só Evangelho.

Religião vem do homem; Evangelho e salvação é revelação de Deus por meio de Jesus Cristo.

Religião é o ópio do povo; salvação é presente de Deus ao homem perdido.

Religião é história do homem pecador, que precisa fazer alguma coisa para seu deus imaginado.

O Evangelho nos diz o que o Deus Santo fez pelo homem pecador.

Religião procura um deus; o Evangelho são as Boas Novas de que Jesus Cristo procura o homem que se encontra em caminho errado."Porque o Filho do homem veio salvar o que estava perdido" (Mateus 18.11).

A religião dá ênfase em fazer alguma coisa, boas obras; o Evangelho muda o homem por dentro, através da presença do Espírito Santo em seu coração."...E assim habite Cristo nos vossos corações, pela fé" (Efésios 3.17)."Não sabeis que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?" (1 Coríntios 3.16).

Nenhuma religião tem um Salvador ressuscitado, que dá perdão dos pecados e vida eterna, só Jesus Cristo ressuscitou.

Por isso, meu amigo, dirija-se só a Jesus Cristo.

Ele é o único que pode perdoar os seus pecados e lhe dar vida nova aqui e vida eterna no porvir.

"Crê no Senhor Jesus, e serás salvo" (Atos 16.31). "...E o sangue de Jesus, Seu Filho, nos purifica de todo pecado" (1 João 1.7).

Receba a Jesus AGORA em seu coração como seu Salvador pessoal.



Magda Cristina

sábado, 30 de outubro de 2010

Prato Novo


E ele disse: Trazei-me um prato novo, e ponde nele sal. E
lho trouxeram" (2 Reis 2:20).


Se eu endireitar os quadros nas paredes de sua casa, eu não
estou cometendo nenhum pecado, não é? Mas, se a sua casa
estiver em chamas e eu for, calmamente, endireitar os
quadros, o que você diria? Você pensaria que eu sou
completamente estúpida ou que estaria agindo com maldade? O
mundo hoje está queimando. O que está você fazendo para
extinguir o fogo? (Corrie Ten Boom)


Como responderíamos à pergunta de Corrie? Neste mundo
dominado pelo pecado, estamos trabalhando para conduzir os
perdidos ao Senhor ou estamos nos adaptando às
circunstâncias sem maiores preocupações? As coisas velhas
foram deixadas, realmente, para trás ou as estamos limpando,
pintando, dando uma arrumada ligeira, para que pareçam
novas? Somos quadros no meio das chamas ou já fomos
retirados delas?


O profeta, em nosso verso inicial, foi chamado para resolver
o problema de águas impróprias para beber em Jericó. Qual
sua primeira providência? Pediu um prato novo. Um velho,
trincado e com bordas quebradas, não serviria para seus
propósitos. Da mesma forma, se desejamos glorificar ao
Senhor e deixar que nos use poderosamente, não podemos
permanecer no mundo, como quadros que nada enfeitam e só
servem para alimentar as chamas já existentes.


Não podemos enfeitar paredes de mentiras, nem de ódio, nem
de indiferença, nem de egoísmo, nem de palavrões, nem de
pornografia, nem de vícios, nem de falsidade.


A vida do filho de Deus, chamado para ser uma bênção e para
abençoar o mundo, deve ser nova, limpa, verdadeira, cheia de
brilho para destruir a escuridão das trevas ao seu redor.


Nossas vidas estão se adaptando ao mundo ou transformando-o?

terça-feira, 26 de outubro de 2010

POR QUAL DESSAS OBRAS ME APEDREJAIS ?

"Respondeu-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas procedentes de meu Pai; por qual destas obras me apedrejais? "- João 10:32
Jesus estava discursando sobre o Reino e igualmente operando maravilhas. Ele estabeleceu uma diferença entre o Bom pastor e o salteador e é bom que isso fique bem claro na mente de todo cristão !

Manifestou o cuidado do Bom pastor para com as ovelhas - assim como tem manifestado para conosco hoje. Ele comprova que depois de fazer sair todas as ovelhas que Lhe pertencem, vai adiante delas e elas O seguem porque reconhecem Sua voz - não conhecemos a voz do nosso Senhor Pastor.? Ele dá a vida por Suas ovelhas !

Salientou que Ele é a única "porta das ovelhas" e todos os demais são ladrões e salteadores. Ele, somente Ele tem autoridade para entregar e para reaver, pois tal mandato recebeu do Pai - deixou claro que sem Ele nada podemos fazer !

Depois dessas Palavras rompeu uma dissensão entre os judeus (seu povo) que levou Jesus argüi-los a respeito da fé. Eles, não se alegrando com o questionamento de Jesus pegaram em pedras para lhe apedrejar, então o Mestre perguntou:

"Tenho-vos mostrado muitas obras boas procedentes de meu Pai; por qual destas obras me apedrejais ?

Não seria o caso de trazermos esse questionamento e aplicá-lo em nossas vidas ?

Quantas obras boas procedentes do Pai o Senhor tem nos mostrado e...muitas vezes estamos prontos para Lhe apedrejar ?

Podemos apedrejá-Lo com nossas palavras, pensamentos, atitudes, desconfianças, falta de fé, ansiedade demasiada. A murmuração é uma forma de apedrejamento mais aplicada a Ele. Às vezes uma nota de louvor custa a sair, mas uma "pedra" é ligeira tal como uma flecha - está sempre na aljava.

Não é verdade que O conhecemos ? Que ouvimos Sua voz ? Que conhecemos Sua Palavra ? Então por que muitas vezes nos pegamos com as "mãos" cheias de tais "pedras" ?

Se fizermos um balanço em nossas vidas estaremos surpresos com o quanto Deus já fez por nós. Ele nunca falhou, portanto, não é agora que irá falhar !


Vilson Ferro Martins POR

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

CARTA DO AMOR DE DEUS PARA VOCÊ

Você pode não me conhecer, mas eu sei tudo sobre você... Salmo 139:1
Eu sei quando você se senta e quando se levanta... Salmo 139:2
Eu conheço bem todos os seus caminhos... Salmo 139:3
E até os cabelos da sua cabeça são todos contados... Mateus 10:29-31
Pois você foi feito a minha imagem... Gênesis 1:27
Em mim você vive, se move e tem existido... Atos 17:28
Pois você é a minha descendência... Atos 17:28
Eu te conheci mesmo antes que você existisse... Jeremias 1:4-5
E escolhi você quando planejava a criação... Efésios 1:11-12
Você não foi um erro, pois todos os seus dias estão escritos no meu livro... Salmo 139:15-16
Eu determinei o momento exato do seu nascimento e onde você viveria... Salmo 17:26
Você foi feito de forma admirável e maravilhosa... Salmo 139:14
Eu formei você no ventre da sua mãe... Salmo 139:13
E tirei você do ventre de sua mãe no dia do seu nascimento... Salmo 71:6
Eu tenho sido mal representado por aqueles que não me conhecem... João 8:41-44
Eu não estou distante e zangado, pois sou a expressão completa do amor... 1 joão 4:16
E o meu desejo é derramar meu amor sobre você... 1 joão 3:1
Simplesmente porque você é meu filho e eu sou seu pai... 1 joão 3:1
Eu ofereço a você mais do que o seu pai terrestre jamais poderia oferecer... Mateus 7:11
Porque sou o pai perfeito... Mateus 5:48
Cada bom presente que você recebe vem da minha mão... Tiago 1:17
Pois eu sou o seu provedor e supro todas as suas necessidades... Mateus 6:31-33
Meu plano para o seu futuro tem sido sempre cheio de esperança... Jeremias 29:11
Porque eu te amo com um amor eterno... Jeremias 31:3
Meus pensamentos sobre você são incontáves como a areia na praia... Salmo 139:17-18
E eu me regozijo sobre você com cânticos... Sofonias 3:17
Eu nunca vou parar de fazer o bem para você... Jeremias 32:40
Porque você é meu tesouro mais precioso... Êxodo 19:5
Eu desejo te estabelecer com todo meu coração e toda minha alma... Jeremias 32:41
E quero te mostrar coisas grandes e maravilhosas... Jeremias 33:3
Se você me buscar de todo o coração, você me encontrará... Deuteronômio 4:29
Se deleite em mim e eu darei a você os desejos do seu coração... Salmo 37:4
Pois fui eu quem colocou esses desejos em você... Filipenses 2:13
Eu sou capaz de fazer mais por você do que podes imaginar... Efésios 3:20
Pois eu sou o seu maior encorajador... 2 tessalonissenses 2:16-17
Eu sou também o pai que conforta você em todas as suas dificuldades... 2 coríntios 1:3-4
Quando seu coração está quebrantado, eu estou perto de você... Salmo 34:18
Como um pastor carrega um cordeiro, eu carrego você perto do meu coração... Isaías 40:11
Um dia eu enxugarei todas as lágrimas dos seus olhos... Apocalipse 21:3-4
E afastarei de você toda a dor que tenha sofrido nesta terra... Apocalipse 21:3-4
Eu sou o seu pai, e eu amo você assim como amo ao meu filho, jesus... João 17:23
Pois em jesus, meu amor por você é revelado... João 17:26
Ele é a representação exata do que sou... Hebreus 1:3
Ele veio para demonstrar que eu estou contigo, e não contra ti... Romanos 8:31
E também para dizer a você que eu não estou contando os seus pecados... 2 coríntios 5:18-19
Jesus morreu para que você e eu pudéssemos ser reconciliados... 2 coríntios 5:18-19
Sua morte foi a expressão suprema de meu amor por você... 1 joão 4:10
Eu desisti de tudo que amava para que pudesse ganhar o seu amor... Romanos 8:31-32
Se você receber o presente do meu filho jesus, você recebe a mim... 1 joão 2:23
E nada poderá separar você do meu amor outra vez... Romanos 8:38-39
Venha para casa e eu vou fazer a maior festa que o céu já viu... Lucas 15:7
Eu sempre fui um pai, e sempre serei pai... Efésios 3:14-15
A minha pergunta é...você quer ser meu filho? ... João 1:12-13
Eu estou esperando por você.. .lucas 15:11-32
Com amor, seu pai
Deus todo poderoso.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

“Todos temos um gigante que assombra nossa vida.
Mas se Davi derrubou Golias, você também pode derrotar seu gigante
– por maior que ele seja.”
Todos nós possuimos gingantes.
Hábitos que não conseguimos largar, fracassos que não conseguimos esquecer,
contas que não se pode pagar, entre muitos outros.
por maior que seja, é possível derrubar nossos gigantes.

O que receberá o homem que matar esse filisteu e salvar a honra de Isarel?
Quem é esse filisteu incircunciso para desafiar os exércitos do Deus vivo?
(17:26)

Davi aparece falando sobre Deus.
Os soldados nada mencionaram sobre ele, os irmãos nunca falaram seu nome,
mas Davi entra em cena e levanta a questão do Deus vivo.

Ele faz o mesmo com o rei Saul: não joga conversa fora falando sobre batalha
ou fazendo perguntas sobre as chances de vitória.

Ele traz somente um recado de Deus:
"O Senhor que me livrou das garras do leão e das garras do urso me livrará
das mãos desse filisteu" ( 17:37).

Davi vê o que os outros não vêem e se recusa a ver o que os outros vêem.

Davi é especialista em Deus.
Como voce pode imaginar, ele vê o gigante; mas ele vê Deus com nitinez
ainda maior.

Observe com atenção o grito de guerra de Davi:
" Voce vem contra mim com espada, lança e dardos, mas eu vou contra
voce em nome do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel"
(17:45).

Quandto tempo faz desde o dia em que voce enfrentou seu desafio?
Temos a tendência de recuar, de nos metermos debaixo da mesa do
trabalho ou nos isolamos.
Por um instante, um dia ou um ano sentimo-nos seguros, isolados,
anestesiados, mas o trabalho acaba, o isolamento não é pra sempre,
a bebida desaparece e ouvimos o Golias de novo:
estrondoso, bombástico.

Experimente uma tática diferente.

Faça seu gigante correr ao se deparar com uma alma cheia de Deus.

Faça Deus aumentar e o Golias diminuir.
Quanto tempo faz desde que voce pegou o seu estilingue e acertou
o seu gigante?

Voce disse que faz muito tempo?
Então Davi é o exemplo que voce tem a seguir.
Deus o chamou de "homem segundo o meu coração" (Atos 13:22).
Ele não deu esse título a nenhum outro.
Nem a Abrãao ou Moisés ou Jose.
Ele chamou Paulo de apóstolo, João de seu amado, mas nenhum deles
foi identificado como um homem segundo o coração de Deus.

Alguém talves leia a história de Davi e se pergunte o que Deus viu nele.
O sempre caía toda vez que levantava, tropeçava toda vez que vencia.
Ele pertubou Golias com olhar, mas cobiçou Bate-Seba com os olhos;
desafiou os escarnecedores de Deus no vale, mas se juntou a eles no
deserto.
Em um dia, era escoteiro condecorado e, no outro, fazia amizade com
mafiosos.
Pôde liderar exércitos, mas não pôde administrar uam família.
Davi se irritava.
Davi se lamentava.
Tinha sede de sangue.
Tinha fome de Deus.
Tinha oito espesas. Tinha um Deus.

Um homem segundo o coração de Deus?
O fato de Deus vê-lo do modo como ele é enche-nos de esperança.
A vida de Davi tem pouca coisa a oferecer ao santo imaculado.

Os de alma reta acham a história de Davi decepcionante.
Para o restante de nós, ela é reconfortante.

Estamos na mesma montanha-russa.
Alternamos entre bons mergulhos e barrigadas contra a água, suflês e
torradas queimada.

No bons momentos de Davi, ninguém foi melhor.
Em seus maus momentos, alguém poderia ser pior?

O coração que Deus amava era um coração cheio de altos e baixos.

Precisamos da história de Davi.
Os gigantes andam à espreita em nossa vizinhança.
Rejeição, Fracasso, Vingança, Remorso.
Nossos conflitos estão sempre ao nosso redor.

Gigantes.
Temos de encará-los.
Contudo, não precisamos enfrentá-los sózinhos.
Concentre-se primeiro, e, na maior parte do tempo, em Deus.

As vezes em que Davi fez isso, os gigantes caíram.
Os dias em que não o fez, foi Davi que caiu.

Concentre-se no gigantes voce tropeçará.
Concentre-se em Deus seus gigantes cairão.

Erga os olhos, matador de gigantes.

O Deus que fez de Davi um milagre está pronto para fazer o mesmo com VOCE.

MAX LUCADO

terça-feira, 12 de outubro de 2010

CONFIANDO NOSSO POUCO A CRISTO



“Quantos pães vocês têm?”, perguntou Jesus.“Sete”, responderam eles.

Ele ordenou à multidão que se assentasse no chão. Depois de tomar os

sete pães e dar graças, partiu-os e os entregou aos seus discípulos,

para que os servissem à multidão; e eles o fizeram. Tinham também

alguns peixes pequenos; ele deu graças igualmente por eles e disse

aos discípulos que os distribuíssem. O povo comeu até se fartar. E ajuntaram

sete cestos cheios de pedaços que sobraram. Cerca de quatro mil homens

estavam presentes. E, tendo-os despedido, entrou no barco

com seus discípulos e foi para a região de Dalmanuta”.

(Marcos 8:5-10)



Como Deus, Jesus já sabia quantos pães havia.

Então, por que ele perguntou?

Será que foi para que os discípulos lembrassem, décadas depois,

quão pouco eles tinham, mas que com Jesus, um pouco vira o bastante?

Quantos discípulos havia?

Doze. Quantos pães tinham?

Sete.

Nem eles mesmos tinham o suficiente.

Mas, eles possuíram a maior fonte de riqueza que existe - fé em Jesus.

Se tivermos ao menos isso, tudo que temos nas mãos dEle vira tesouro.

E, já notou como Jesus deixou tudo nas mãos dos discípulos?

Ele poderia ter contado como ele criou o trigo, como através de nutrientes,

água no solo, fotossíntese ele dera vitalidade às plantas.

Ele podia ter falado como tudo aquilo era dEle mesmo.

Mas, ele permitiu os discípulos "possuírem" os pães para que pudessem decidir confiar nele.

Quando Jesus coloca algo em nossas mãos - ele realmente deixa conosco.

Podemos decidir o que fazer.

Mas, se virarmos para Jesus e o deixarmos pegar naquilo que de fato

sempre foi e sempre será dele, não há como prever o que pode acontecer.

Mas, uma coisa podemos ter certeza - tudo que Jesus toca começa a ter um destino eterno.

Confie em Jesus e confie seus pães a ele.

Dennis Downing

domingo, 10 de outubro de 2010

AUTORIDADE DO NOME DE JESUS

Qual é a força deste nome ?

Jesus disse: Tudo que pedires em meu nome, crendo recebereis...

Fazei tudo em nome de Jesus...

Jesus nos deu o direito legal de nós usarmos seu nome.

Jesus disse aos apóstolos : Ide e batizai em nome do Pai,do Filho e do Espírito Santo,e os apóstolos batizaram em nome de Jesus.

Por que citaram o nome de Jesus e não repetiram as palavras ditas por Ele?

Que mistério é este?

Nossos pecados foram perdoados e recebemos o dom do Espírito Santo quando aceitamos no batismo o nome de Jesus Cristo .Atos 2:38

...E os que ouviram foram batizados em nome de Jesus. Atos 19:5

Todos nós sabemos que Jesus veio na Terra como homem, para se entregar como cordeiro mudo por amor à humanidade e nos resgatar. E sabemos também como cita Mat. 28:18-20 que lhe foi dado todo o poder no céu e na Terra.

Heb. 1:1-6 ...Deus falou a nós nestes últimos dias pelo Filho,a quem constituiu herdeiro de tudo...

Como Filho, Ele é herdeiro de todas as coisas. Ele é a expressão exata de Deus. Ele é Deus que nos fala.

Deus o exaltou soberanamente que lhe deu um nome que é sobre todo o nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, dos que estão nos céus e na terra, e debaixo da terra e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai (Fil. 2: 9-11).

Foi dado a Jesus o nome que contém toda plenitude da divindade,e temos o direito de usar este nome em nossas orações,em nossas petições, para recebermos cura, paz, expulsarmos demônios,etc

Receber o nome de Jesus é receber toda autoridade, pois a Ele foi dado todo poder no céu e na terra.

Jesus disse: É ME DADO TODO PODER PORTANTO IDE....

Será que nós, cristãos, temos conhecimento da grandeza deste Nome e será que sabemos usufruir Dele, ou somente falamos da boca pra fora?

Disse Pedro: Não tenho ouro, nem prata, mas O QUE TENHO, isso te dou.EM NOME DE JESUS levanta e anda....e ele andou .Atos 3:3-6

Nós também temos este nome poderoso, será que temos a consciência de sua grandeza ?????

Foi nos dado toda autoridade para usarmos este Nome poderoso, no entanto o usamos com receio e desconfiança.

I Jo 4:4 "Maior é o que está em nós do que está no mundo".

Jesus não nos desamparou e assim podemos dizer: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei o que me possa fazer o homem. Hb 13:5-6

Já está na hora de começarmos a usar este nome de maneira mais positiva, sem medo, sem perguntas, sem insegurança, mas com autoridade e poder.

A palavra de Deus é verdadeira. Jesus é Deus manifesto na carne. Ele é a verdade. Ele é divino e está vivo e Ele nos deu o Seu Nome.

E sabemos que em nenhum outro nome há salvação...Atos 4:12

Jesus disse: Até agora, nada pedistes EM MEU NOME; pedi e recebereis para que a vossa alegria se cumpra. Jo 16:24 e disse mais em Jo 14:14 se pedirdes alguma coisa em Meu nome, Eu o farei.

Que nome maravilhoso e poderoso... mas o que fazer para usufruir deste nome?

Temos que ter consciência do que temos em mãos e nunca duvidar, atuar com a autoridade deste Nome.

Quando oramos, parece que estamos sempre com certa desconfiança, dizemos se for da vontade de Deus...porque aí nos isentamos da culpa se não recebemos ou então ao orarmos a uma pessoa,dizemos se você tiver fé você receberá...já querendo justificar caso a pessoa não receba...

Mas Jesus nos deu todo poder e autoridade para usar seu Nome.Como cristãos, temos que nos apossar desta bênção e que se cumpra todas Suas promessas.

Está escrito: FAZEI TUDO EM NOME DO SENHOR JESUS...Col 3:17

Portanto ao pronunciarmos o nome de Jesus Cristo, sabemos que este é o Nome para recebermos a cura, o perdão, a salvação.Este nome tem poder, somente este nome, em nenhum outro nome há salvação.

Conhecendo e possuindo o nome de Jesus , temos que saber usá-Lo.

Jesus é o caminho, a verdade e a vida .Jo 14:6

Este nome pertence a todos aqueles que crêem Nele como salvador.

Se você confessar com a tua boca, ao Senhor Jesus e em teu coração crer que Deus O ressuscitou dos mortos, serás salvo...Com a boca se faz confissão para salvação. Rm 10:9-10
Não há salvação sem confissão.

Quem crê em Jesus não é condenado mas quem não crê já está condenado...Jo 3:18

Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Rm 10:13

Muitos acham que as curas e os milagres seriam apenas para a época dos apóstolos, se isto fosse verdade então a salvação através do nome de Jesus seria também somente para aquela época e sabemos que o sangue de Jesus está quente até hoje para nos salvar e perdoar.

O evangelho seria somente para o tempo dos apóstolos ? Então porque continuamos a pregar o evangelho nos dias atuais?

A palavra de Deus é viva e eficaz, temos que vivê-la e aceitá-la como está escrito:
QUE O NOME DE JESUS TEM PODER PARA QUALQUER ÉPOCA, COR OU RAÇA, BASTA INVOCÁ-LO E SABER USÁ-LO E RECONHECER A SUA FORÇA E AUTORIDADE.


Estudos-Ministério voz da verdade

terça-feira, 5 de outubro de 2010

QUIETUDE NECESSÁRIA

São muitas as situações que agitam nossos corações. Os desafios dos relacionamentos na família, os problemas enfrentados nos negócios, as expressões de violência na sociedade, as respostas que buscamos para retomar nossa produtividade profissional e a oportunidade da realização de um curso de mestrado, podem ser listados como alguns exemplos que interferem nosso sono, dominam nossos pensamentos e desanimam aqueles que buscam a Deus.

É neste contexto que devemos ouvir a voz do salmista que afirma: “Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus” ( Livro dos Sslmos 46.10).

Ainda que o mar se faça revolto, exercite a paz interior, afinal você não está sozinho. O Deus em quem confiamos declara sua companhia constante e oportuna. Ele se revela como Aquele que não abandona os que O buscam. Ainda que os tumultos se ampliem e nossa alma se entristeça, Ele tem providenciado consolo e cuidado ( Evangelho de João 14.16-20).

Saiba que a presença deste “Eu sou Deus” é promotora de discernimento e sabedoria. Entenda que a prática destes dons dispostos a todos, favorece o surgimento de harmonia, tranquilidade, reconciliação e vida. Peça ao Senhor, em oração, direção para aquilo que você precisa fazer, dizer e decidir.

Finalmente, usufrua desta quietude necessária para você e para aqueles que o cercam. Não perca tempo!



Deão Sérgio Andrade

sábado, 2 de outubro de 2010

"Tive medo..."

Lucas 19:21 NVI

Pergunte a si mesmo: "O que eu tentaria fazer, se não tivesse medo de fracassar?" Jesus contou sobre um homem que confiou seus negócios a três trabalhadores. Ele deu ao primeiro trabalhador cinco talentos, ao segundo dois, e ao terceiro um. Nos tempos bíblicos, um talento era aproximadamente o salário de quinze anos, assim você pode ter uma ideia do tamanho dessa oportunidade capacidade, de desenvolver a iniciativa, de praticar um bom julgamento, e de aproveitar seu investimento. Os dois primeiros homens fizeram exatamente isso, duplicando os seus recursos. Mas o terceiro teve medo de fracassar e por isso decidiu enterrar o seu talento. Jesus o descreveu como sendo um homem mau e disse que o talento dele lhe seria tirado. Aquele foi um momento de decisão. Cada um deles teve a chance de testar sua e entregue àquele que havia usado seus talentos de forma lucrativa. Ele não foi julgado pelo que fez, mas por não fazer nada.

O medo das pessoas, o medo do fracasso e o medo da rejeição podem tentar você a enterrar o seu talento. Não faça isto! Se você não tiver coragem de começar – você já está acabado. Quando Deus chamou pessoas como Moisés, Gideão, Débora e Ester, todos eles precisaram superar os seus medos naturais; e você também fará isso. Quando estavam no deserto, o medo da carência fez com que os israelitas quisessem voltar para o cativeiro no Egito. O medo da perseguição fez com que os discípulos abandonassem Jesus na Sua hora mais sombria, e fez com que Pedro O negasse – três vezes. Recuse-se a permitir que o medo paralise você! A forma como você utiliza os seus talentos é assunto de extrema importância. Por fim, essa será na verdade a base sobre a qual Deus o julgará e o recompensará.

A Palavra Para Hoje - UCB - Brasil

terça-feira, 21 de setembro de 2010

BENDITA LIMPEZA!


"Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração." Tiago 4.8

Mãos sujas não podem prestar um louvor aceitável ao SENHOR. Corações imundos, muito menos. Na tradição de erguer as mãos aos Céus para adorar ao SENHOR, aprendemos que elas devem estar limpas, santificadas, purificadas. E no gesto de adoração que é o prostrar-se e render louvores ao Eterno, corações sujos derramam sujeira aos pés do SENHOR em vez de adoração sincera. Corações cheios de impurezas não têm espaço suficiente para o SENHOR. E ainda que tivessem, a Santidade em pessoa não Se sentiria bem dentro deles assim como nem eu e nem você nos sentimos bem dentro de uma casa suja, fedendo, desorganizada. Quando nós abrimos os nossos corações para o SENHOR morar, Ele deve receber também o direito de tirar de dentro deles tudo o que Lhe deixará desconfortável, tudo o que Ele acha repugnante, tudo o que Lhe parece reprovável. (E olha que são tantas coisas!)
Ora, se eu e você temos tanta alegria em andarmos limpos aqui, imagine o SENHOR Deus, quanta alegria sente quando recebe total liberdade para limpar e santificar a casinha que Ele escolheu para morar eternamente...

domingo, 12 de setembro de 2010

Felizes Na Correção

"Eis que bem-aventurado é o homem a quem Deus repreende; não
desprezes, pois, a correção do Todo-Poderoso" (Jó 5:17).


Ele é feliz porque a correção tem o propósito de conduzi-lo
por caminhos de bem-aventuranças e paz. Ele é feliz porque
não existe dureza desnecessária nesta correção. Ele é feliz
porque o castigo não é contra ele mas contra seus piores
inimigos -- os pecados. Ele é feliz porque recebe palavras
abundantes de consolação. Ele é feliz porque o Senhor
castiga a quem ama. Ele é feliz porque a sua leve aflição é
momentânea.


Quando a nossa vida é cheia de caminhos floridos e
perfumados, concluímos que somos muito abençoados. Quando
enfrentamos lutas e problemas, sentimo-nos isolados,
abandonados por Deus e, de certa forma, punidos por alguma
coisa que fizemos. Quando tudo vai bem achamos que somos
felizes e quando as coisas estão complicadas para nós,
cremos que somos as mais infelizes das criaturas.


Mas a Palavra do Senhor nos mostra que podemos ser felizes
em ambos os casos. Devemos nos alegrar quando o brilho de
Cristo está em nós e nossas atitudes glorificam o Seu nome e
também quando o Senhor nos corrige, revelando que o nosso
brilho está fraco ou não existe mais e que precisamos
reavivá-lo. As duas situações mostram o amor de Deus para
conosco e que só temos motivos para engrandecê-Lo.


Ao sentirmos a repreensão do Senhor, sabemos que Deus está
agindo em nossas vidas espirituais e que grandes coisas
começarão a acontecer. Ele nos limpará de todo mal,
afugentará o pecado que nos agride, impedirá que a
desesperança venha nos visitar, removerá de nossos corações
todas as dúvidas e incertezas, encherá as nossas lâmpadas
com o azeite de Seu Espírito, e os nossos caminhos voltarão
a ser floridos e perfumados.


Você acha que não é feliz porque passa por momentos de
angústia? Pode ser apenas uma leve correção do Senhor!
Sorria... você tem tudo para ser muito feliz.


Paulo Roberto

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

MEU ESCUDO

Porém Tu, Senhor, és o meu escudo, és a minha glória e o que exaltas a minha cabeça. Sal. 3:3.

Para entender o salmo de hoje, precisamos conhecer as circunstâncias em que Davi o escreveu. Ele estava fugindo dos seus inimigos. Sabe quem liderava o exército de seus perseguidores? Seu próprio filho, Absalão. Quase cercado por seus inimigos, o salmista subiu ao Monte das Oliveiras e ali chorou amargamente. Ia com a cabeça coberta e os pés descalços. Sua dor não era motivada apenas pelas circunstâncias críticas que seu governo enfrentava, mas pela tristeza de ver um filho rebelde, sem escrúpulos e com ânsia de poder.

O que este salmo fala para você, se o seu coração sofre pela rebeldia de um filho? Que mensagem você encontra neste texto se os seus inimigos colocaram um cerco tão grande a ponto de eles mesmos afirmarem: “Não há em Deus salvação para ele?” Qual é o drama que você está enfrentando hoje? Qual a dificuldade que parece não ter solução? É no lar? No trabalho? Na escola? No seu mundo interior?

Veja o que Davi, em lágrimas, diz ao Senhor: “Porém Tu, Senhor, és o meu escudo.” Perceba o “porém” com que o verso inicia. O fato de o Senhor ser seu escudo não quer dizer que você não vá enfrentar problemas. Neste mundo, sempre haverá dificuldades. A vida é a arte de solucionar problemas. Porém, o Senhor estará com você.

O fato de o Senhor ser o seu escudo também não significa que você não terá inimigos. Sempre haverá pessoas tentando atingi-lo sem motivo. Que utilidade teria o escudo se não houvesse flechas envenenadas das quais se proteger? É na guerra, nas lutas, na batalha e em meio aos tiros, que você vê o valor do escudo. O Senhor é o seu escudo. Podem vir ataques de todos os lados, mas em Jesus você estará sempre seguro.

A confiança de Davi no Senhor, como seu escudo, o levava a louvar. “És a minha glória”, dizia, e aí o rei descobriu outra realidade divina. Quando você louva, mesmo em meio às dificuldades, a dor diminui e você passa a perceber que existe solução, mesmo para as adversidades mais cruéis.

Por isso, hoje, antes de enfrentar os desafios que a vida lhe apresenta, apesar das adversidades, diga em seu coração: “Porém Tu, Senhor, és o meu escudo, és a minha glória e o que exaltas a minha cabeça.”

http://www.mensagem evangelica. com.br



segunda-feira, 16 de agosto de 2010

APROVEITA AS OPORTUNIDADES PARA SERMOS USADOS

“Ao romper do dia, Jesus foi para um lugar solitário. As multidões o procuravam, e,
quando chegaram até onde ele estava, insistiram que não as deixasse. Mas ele disse:
“É necessário que eu pregue as boas novas do Reino de Deus noutras cidades também, porque para isso fui enviado”. E continuava pregando nas sinagogas da Judéia”.
(Lucas 4:42-44)


Há muitas coisas boas que podemos fazer.
Ser honesto e trabalhador e cuidar bem das nossas famílias são
todas coisas que esperamos de um Cristão.
Devemos ser ativos na igreja, servir a outros e usar os dons que Deus nos deu.
Tudo isso é importante.
Mas, há uma coisa que o imitador de Jesus vê como "necessário" porque Jesus a viu assim.
A palavra grega traduzida pela frase "pregar as boas novas" corresponde mais
a outra palavra semelhante em língua portuguesa – "evangelizar".
Se Jesus podia resumir sua missão assim: "para isso fui enviado",
não deve ser o resumo da nossa missão também?
Enquanto trabalhamos, cuidamos, servimos e ministramos vamos lembrar de
aproveitar cada oportunidade para falar de Jesus para alguém.
Pode ser na parada do ônibus, na fila do supermercado
ou numa conversa casual com um colega ou vizinho.
Podem ser poucas palavras e sem muito preparo ou jeito.
Mas, podem ser para alguém palavras de vida eterna.
Pode ser que a única pessoa que vai expressá-las àquela
pessoa na parada, ao vizinho ou colega é você.
Será que não foi para isso que você também foi enviado?




Dennis Downing

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

“Ao entrarem na casa, saúdem-na. Se a casa for digna, que a paz
de vocês repouse sobre ela; se não for, que a paz retorne para
vocês.”
-- Mateus 10:12-13


PENSAMENTO:

“A paz de Cristo”! Quantas vezes ouvimos esta saudação? Podemos

até esquecer que é mais que um cumprimento. Na misteriosa realidade
do Reino dos céus, a paz de Cristo é algo real que o Cristão tem um papel fundamental em disseminar. É algo que, por seu intermédio, Deus dá ou retira. Fruto da recepção do Evangelho, a paz de Cristo é o fim da inimizade entre Deus e o homem. Quando aceita, ela traz bênção e perdão. Se rejeitada, ela trará um dia juízo e condenação.
A paz de Cristo não é apenas uma questão de aceitação mútua ou educação religiosa. Ela é uma realidade do plano espiritual com conseqüências eternas. É por isso que ela não fica onde não é bem vinda. Às vezes, quando nossas tentativas de compartilhar as boas novas não são bem recebidas, ficamos ressentidos, como se as pessoas estivessem nos rejeitando. A realidade é muito mais grave.
Ela está rejeitando o único e supremo Salvador. Ela está fechando a única porta pela qual ela poderia entrar na vida eterna. Ore bastante quando for compartilhar o Evangelho. Peça a Deus para que Ele prepare a pessoa para valorizar o que Ele, por meio de você, está oferecendo. E faça tudo dentro do seu alcance para que ela aceite a paz que Cristo oferece. Que Deus permita que, quando você for embora, uma coisa permaneça em cada lugar que você esteve – a

paz de Cristo.


Márcia Aparecida

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

DE FÉ EM FÉ, DE GLÓRIA EM GLÓRIA...

"(...) Da fraqueza tiraram força..."
Hebreus 11.34




Que coisa aparentemente mais sem lógica, não é?

Tirar forças da fraqueza, trazer coisas boas de onde não tem... Isso nada mais é que viver pela fé num mundo extremamente materialista.

A força do servo de Deus não está nele mesmo, mas no Deus que habita nele. E quando estamos fracos, é que estamos ainda mais fortes (2Coríntios 12.10), porque nosso próprio potencial deixa de ser exaltado para que Deus revele o dEle.

Quando nós diminuímos, o SENHOR cresce. Quando nós estamos fracos, a força do Salvador Se manifesta e se aperfeiçoa (2Coríntios 12.9). Quando nós nos tornamos nada, então Deus pode ser tudo.

E é assim que os verdadeiros filhos de Deus vão caminhando de glória em glória, de fé em fé, vencendo tudo o que vier...

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

SEM FÉ É IMPOSSÍVEL

A nossa tendência é não crer. Só cremos no que vemos, e ainda desconfiamos de estar enxergando mal. Somos pessoas que agem como Tomé: queremos ver para crer.

Crer que o emprego virá? Não; é mais fácil crer na porta fechada, na vaga preenchida ou na oportunidade perdida.

Crer na realização de uma boa prova? Não; é mais fácil crer que na hora teremos um branco tal que não nos lembraremos nem do nosso próprio nome.

Crer que ela dirá “sim”? Não; se nós tivéssemos dinheiro, beleza, fama, poder, se fôssemos outros, ainda teríamos alguma chance.

E assim caminhamos de desesperança em desesperança. Há até momentos em que, se por alguma razão as respostas nos são positivas tratamos de combatê-las, dizendo: “quando tudo vai bem é porque alguma coisa está mal ou ficará mal”.

É necessário combater essa incredulidade nata de nosso coração. Deus não se agrada disso. Eu sei que não é fácil acreditar naquilo que não se vê, naquilo que não se ouve, naquilo que não se toca. Mas a história está aí para provar que somente os visionários, aqueles que sentiram por antecipação, agradeceram com antecipação e mantiveram-se fixos num ideal venceram. E continuarão a vencer.

Deus diz em Sua Palavra: Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. (Hb 11:1). Se nós não vemos, porém cremos, então o que fazemos terá muito valor. Ora, sem fé é impossível agradar a Deus(Hb 11:6).

Não é fácil manter a fé num mundo como o nosso. Bombardeados pela desconfiança somos convidados a duvidar todos os dias. Mas a palavra de Deus é muito clara: Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis. (Mc 11:24)

É claro que a nossa fé tem que ser baseada não em fantasias, não em bobagens, mas nas promessas da Palavra de Deus. Não devemos tirar os textos dos contextos por pretexto de fé. A bíblia sabiamente lida e interpretada é lâmpada e luz. Quando alicerçamos nossa fé no que Deus diz e não no que nós sentimos, então temos todos os motivos para agradecermos por antecipação. Aliás, isso agrada a Deus. Por isso se diz: Assim como Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça. (Gl 3:6) Nós também podemos crer e crer em Suas promessas. E isso será justiça para nós.

Quando cremos descansamos. Somos capazes de colocar a cabeça sobre o travesseiro e dormir. Em paz também me deitarei e dormirei, porque só tu, Senhor, me fazes habitar em segurança (Sl 4:8). Afinal já entregamos tudo nas mãos do Pai e confiamos em Seu poder e sabedoria.

Podemos dizer convictamente: os meus problemas não são mais nossos, mas são de Deus: Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. (1Pe 5:7)

Crer é uma opção do intelecto que afeta a alma. Por que viver na expectativa da tragédia se podemos viver esperando o que é melhor? Por que optar pelo não quando é possível e viável o sim? Deus sabe nos conduzir. E esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. (1Jo 5:4). Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. (Rm 8:37)



Wagner Antonio de Araújo

terça-feira, 27 de julho de 2010

QUALQUER COISA, DE QUALQUER JEITO!

"Naquele dia, depois de derrotarem os filisteus, desde Micmás até Ajalom, os israelitas estavam completamente exaustos. Eles então se lançaram sobre os despojos e pegaram ovelhas, bois e bezerros, e mataram-nos ali mesmo e comeram a carne com o sangue. E alguém disse a Saul: `Veja, os soldados estão pecando contra o SENHOR, comendo carne com sangue'. Ele disse: `Vocês foram infiéis. Rolem uma grande pedra até aqui. Saiam entre os soldados e digam-lhes: Cada um traga a mim o seu boi ou sua ovelha, abatam-nos e comam a carne aqui. Não pequem contra o SENHOR comendo carne com sangue'. Assim, cada um levou seu boi naquela noite e ali o abateu."
1Samuel 14.31-34


Os soldados de Saul estavam exaustos porque aquele rei lhes havia imposto um juramento impensado, dizendo: " `Maldito seja todo o que comer antes do anoitecer, antes que eu tenha me vingado de meus inimigos!'. Por isso, ninguém tinha comido nada." (1Samuel 14.24)

Mas pessoas mal alimentadas não realizam direito as suas tarefas, não é? Não são produtivas, não são resistentes, não raciocinam direito nem são tão hábil e eficazes quanto poderiam ser se não fossem anêmicas. Anêmico espirituais também não.

E pior: quando o povo passa fome, ele se sujeita a comer qualquer coisa que apareça na sua frente. A China é um grande exemplo. Por causa da pobreza e da fome que muito já abateram aquela gigantesca população de mais de um bilhão de habitantes, para sobreviver aquele povo teve que aprender a consumir de tudo. Espetinhos de escorpiões, de aranhas, de baratas e de centopeias, farofa de vermes, sanduíches de folhas de bananeira com besouros, etc, são alguns dos itens que passaram a fazer parte do cardápio diário da alimentação dos chineses.

Assim como no reino físico acontece com nosso corpo, no reino espiritual, pessoas exaustas, famintas, se não entrarem em estado de anemia profunda e morrerem espiritualmente, numa tentativa de permanecer na batalha acabam comendo todo tipo de coisa indevida e de forma errada. O episódio dos soldados do rei Saul conta dessa realidade: que além de não terem sido alimentados como deveriam, aqueles soldados ainda fizeram seus próprios sacrifícios, comeram sangue – o que era proibido pela lei (Deuteronômio 12.23 e 15.23), e ali mesmo onde estavam o comeram.

O alimento contaminado pelo mundo é o que mais fácil e encantador se acha quando a Casa do Pão (a Igreja) deixa de alimentar seus soldados. O alimento do Reino deve ser preparado sobre uma grande pedra, como Saul bem tipificou quando tentou reparar o erro dos seus soldados que teve origem no seu erro. Para nós, a Igreja do SENHOR, a grande pedra é Jesus Cristo, a Rocha Eterna e Inabalável (1Samuel 2.2; Deuteronômio 32.4; Isaías 44.8; Atos 4.11; Efésios 2.20).

É da Sua Palavra que deve sair o nosso alimento. É dos princípios das Sagradas Escrituras que devemos nos fartar. É sobre esta Rocha que os ensinos que alimentam nossas almas devem ser preparados.

Como estamos vivendo um tempo em que as pessoas interpretam a Bíblia a seu bel prazer e aplicam os ensinamentos do SENHOR segundo suas intenções pessoais, o resultado é uma massa muito grande de gente comendo qualquer coisa, de qualquer jeito, e doente espiritualmente...

O resultado é essa superficialidade espiritual que dá títulos às pessoas mas não lhes ensina o caminho da santidade.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

O CHORO TERÁ FIM



“Bem-aventurados vocês,

que agora choram, pois haverão de rir”.

(Lucas 6:21)



A alegria que Jesus traz não é de um parque de diversão ou de uma piada hilária.

É de uma felicidade que nasce dentro de nós pelo imenso prazer

de estar vivendo a melhor de todas as vidas.

Como no caso daqueles com fome, Jesus não está exaltando a tristeza como virtude.

Ele está prometendo que aqueles que choram agora um dia haverão de rir.

Seguir Jesus eventualmente traz sofrimento e tristeza para todo discípulo.

Pode ser o afastamento de um amigo, a falta de compreensão

de um parente ou até perseguição por causa de Cristo.

Pode ser pelo nosso próprio pecado.

Seja qual for o motivo, a fé em Jesus é também a fé que um dia

"Deus enxugará dos seus olhos toda lágrima" (Apocalipse 7:17)

porque o motivo daquela tristeza terá sumido para nunca mais

voltar e dará lugar a uma alegria imensa que durará para eternidade.


Dennis Downing

sábado, 17 de julho de 2010

SUFOCADO

"O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera." (Mateus 13:22)

A quantidade de pessoas materialistas que habitam nossas igrejas é assustadora. Eu não vou ser hipócrita: ganhar dinheiro e ter dinheiro é algo agradável e como brilhantemente Jesus colocou, é fascinante.

Poder comprar algo que deseje, poder ir além do necessário ainda que seja pequeno, tudo isso faz bem ao ego e nos deixa fascinados com o poder da riqueza.Mas o problema é justamente este. Nossa vida não pode ser dirigida nem centrada pelo nosso ego e sim pelo Espírito Santo de Deus.

Aquilo que agrada ou não nosso ego é irrelevante, o que importa é agradar a Deus. Se conseguirmos conciliar podemos ser muito realizados. Mas a fascinação das riquezas termina por sufocar a Palavra, que prega por exemplo que tudo passará - menos a própria Palavra.

Atenção a isso. Ao contrário da planta sem raiz que se seca, aqui a planta sufocada se torna infrutífera e portanto perde o sentido da sua existência. De que me vale um pé de trigo se não for para colher trigo?

Sombra não faz, para lenha não serve, comida não é. Pura palha. Palha normalmente serve para uma série de coisas, mas nenhuma delas da nobreza de produzir um fruto.

Assim é a vida das pessoas que se sufocam com suas agendas, carreiras profissionais ou acadêmicas, empregos, negócios, empreendimentos, lucros e riquezas. Tendem a terminar suas vidas como palha diante de Deus, sufocados pela fascinação.

Atente que na verdade o que se sufoca é a própria semente.É imprescindível que tenhamos sustento, trabalho, carreira, etc. Mas nada disso pode nos sufocar e se estiver nos fascinando já estamos no caminho errado.

Muito cuidado. Muita atenção. O Senhor nos desafia a levar a sério nosso compromisso de produzir frutos.

"Deus querido não permita me tornar em palha infrutífera pelo sufoco dos cuidados deste mundo ou pela fascinação pelas riquezas."

Pr Mário Fernandez
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...