English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

"Os sacrifícios que agradam a Deus são um espírito quebrantado. " Salmo 51:17 NVI

Um mundo que celebra o sucesso não vê valor nas coisas quebradas. Mas Deus retira beleza do que está quebrado. Para que uma planta brote do solo, a semente precisa ser quebrada. Para que o pintinho viva, a casca do ovo precisa ser quebrada. Até um cavalo puro-sangue precisa ser domado; ele precisa aprender a responder ao puxão das rédeas e ao som da voz do seu dono. Você está conseguindo captar a idéia? Depois de um encontro humilhante com Cristo na estrada de Damasco, Paulo reavaliou toda a atividade religiosa da qual ele antes se gabava e chamou-a de `esterco' (Filipenses 3:8). E a gente não se gaba do esterco, a gente sente repulsa por ele.

O quebrantamento é a obra de Deus pela qual Ele nos desnuda da auto-suficiência para que o caráter de Cristo possa brilhar através de nós. Agora, não me entenda mal; ser quebrantado não quer necessariamente dizer passar por alguma tragédia. Muitas pessoas sofrem tragédias sem se aproximarem de Deus ou sem mesmo reconhecer a existência Dele. Na verdade, o mesmo raio de sol que derrete a manteiga endurece o barro. A questão do quebrantamento não tem tanto a ver com as nossas circunstâncias mas com as nossas reações. O que Deus está tentando nos ensinar? O verdadeiro quebrantamento acontece quando Ele nos despoja da autosuficiência a tal ponto que não temos mais forças para consertarmos as coisas. Quando Deus bloqueia todas as saídas que tentamos usar e passamos a ver que só Ele é a nossa resposta, fazemos uma descoberta que transforma nossa vida. `E qual é?' você pergunta. Quando Deus é tudo que você tem – Deus é tudo de que você precisa! Moral da história: o poder de Deus é reservado àqueles que desistiram de tentar fazer as coisas na sua própria força ou de as realizarem para os seus próprios fins!

UCB - Brasil

terça-feira, 24 de novembro de 2009

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Experiências Renovadas

Mas ainda que o nosso homem exterior se esteja consumindo,
o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa
leve e momentânea tribulação produz para nós cada vez mais
abundantemente um eterno peso de glória" (2 coríntios 4:16,
17).


Quando Albert Einstein estava monitorando um exame final
para alunos de física, um deles queixou-se de que as
perguntas da prova eram idênticas às do exame do ano
anterior. "É verdade," respondeu Einstein, " mas as
respostas são diferentes este ano."


Muitas vezes lamentamos por estar experimentando, ano após
ano, as mesmas lutas e as mesmas dificuldades de sempre. O
tempo passa e não vemos as soluções para os nossos
problemas. Tudo parece igual e até nos conformamos com os
constantes fracassos.


Mas será que tem de ser realmente assim? As lutas podem até
serem iguais, mas é necessário que creiamos firmemente que
os resultados serão diferentes. A do ano anterior serviu
para nos ensinar alguma lição e as atuais nos ensinarão
outras. E assim estaremos subindo, pouco a pouco, em direção
à vitória definitiva e ao regozijo pela bênção alcançada.


É necessário também que compreendamos que uma vitória no
passado não pode servir para uma acomodação espiritual como
se nada mais necessitássemos fazer em relação à nossa vida
cristã. Nosso relacionamento com Deus traz uma renovação de
gozo e alegria que se modifica a cada dia. As bênçãos de
ontem serviram para o nosso refrigério ontem e precisamos
buscar novas experiências todos os dias de nossa vida. Assim
não cairemos em uma rotina espiritual e a nossa vida será um
manancial de regozijo que nos conduzirá em alegria por toda
a eternidade.


Você está se conformando com uma pequena bênção do passado?
Não seria melhor buscar outras?




Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

"...lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de
vós.
Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo
como leão, e procurando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé,
sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos
no mundo."

I Pedro 5: 7 - 9

Toda a ansiedade deve ser lançada a Deus... é difícil deixar de pensar em
algo que nos preocupa ou algo que esperamos a muito tempo, mais quando
deixamos a ansiedade tomar lugar maior em nossa vida podemos nos prejudicar,
pois esquecemos das outras coisas de que Deus quer que nos preocupemos.

O nosso adversário quer muito nos prejudicar e para isso devemos estar em
constante oração, devemos vigiar...

Não pense que só vc tem problemas ou que só com vc acontece essas coisas
porque a palavra de Deus diz que muitos estão passando pelos mesmos ou
piores problemas do que os nossos.

Mais a nossa visão tem que estar voltada a Deus, somente a Deus.

Por isso descanse.

Que Deus te abençoe

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

ABCDário da Mulher que serve ao SENHOR
D.A.

Amar ao SENHOR como a pecadora que ungiu os pés de Jesus
(Lc 7.37-47).


B
endizer ao Senhor por seus benefícios, como Débora depois da vitória
(Jz 5.1,3).


Confessar a Cristo como Salvador, ainda que em meio à indiferença
como Damaris (At 17.14).


D
ar ao SENHOR de nossos bens para a obra do Senhor, como Suzana
(Lc 8.3)


E
nsinar a Palavra de Deus aos meninos, como Lóide e Eunice
(2 Tm 1.5).


F
iar-se nas promessas do SENHOR, como Joquebede, mãe de Moisés
(Êx 2.3,20).


G
lorificar ao SENHOR em seu corpo, em seu espírito, como Maria, a
Mãe de Jesus (Lc 1.46-56).


H
ospedar os servos do SENHOR em nossa casa, como a Sunamita
(1 Rs 4.8-10).


I
nvocar o Nome do SENHOR em toda circunstância, como Ana, mãe
de Samuel (1 Sm 1.2).


J
untar-se com o povo do SENHOR para adorá-lo, co-mo Lídia, a
vendedora de púrpura (At 16.13-15).


L
ouvar ao SENHOR por Sua Salvação, como Miriam, irmã de Moisés
(Êx 15.21).


M
ostrar aos outros o amor do SENHOR, como a dia-conisa Febe
(Rm 16.1,2).


N
egar a si mesma e deixar tudo para servir ao SENHOR, como Rute (Rt 1).


O
ferecer nossa casa para culto de adoração ao SENHOR, como Áfia,
esposa de Filemon (Fil 1.2).


P
regar o Evangelho em todas as oportunidades que se apresentem,
como Trifena e Trifosa (Rm 16.12).


Q
uerer antes de tudo agradar ao SENHOR, expondo a vida, como Priscila
(Rm 16.3,4).


R
eceber os favores do SENHOR com gratidão e suas provações com
paciência, como Noemi (Rt 1 e 2).


S
ervindo aos santos com amor, assim como ordenou o SENHOR
(Ef 5.13c)


T
rabalhar com fervor para a obra do SENHOR, como Pérsida (Rm 16.12).


U
sar de todos os dons e atitudes que o SENHOR nos tem dado para
glorificar Seu Nome e fazer o bem aos nossos semelhantes, como
Dorcas (At 9.36).


V
er em Cristo a única esperança da salvação, e ouvi-lo, como Maria,
irmã de Lázaro (Lc 10.39) e Maria sua mãe (João 2.3-5).


X
ale de oração é chamado também de Talit, em geral feito de linho, lã ou seda, com franjas do mesmo material. A mulher virtuosa descrita em Provérbios 31.10-31 conhecia e utilizava este material em seu lar.
O uso desta peça requeria de cada israelita consagração pessoal ao SENHOR
e cumprimento dos mandamentos.
Que hoje cada mulher segundo o coração do SENHOR, possa guardar Sua
Palavra no coração e consagrar sua vida ao serviço do SENHOR.


Z
elar pela paz, como Abigail, a prudente (1 Sm 25).

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

"levando ele mesmo os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, para que mortos para os pecados pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados." I Pedro 2:24

Disse um poeta um dia, fazendo referência ao Mestre amado:
"O berço que Ele usou na estrebaria, por acaso era dEle?

-Era emprestado!

E o manso jumentinho, em que, em Jerusalém, chegou montado e palmas recebeu pelo caminho, por acaso era dEle?

-Era emprestado!

E o pão - o suave pão que foi por seu amor multiplicado, alimentando toda a multidão- por acaso era dEle?

-Era emprestado!

E os peixes que comeu junto ao lago e ficou alimentado, esse prato era seu?

-Era emprestado!

E o famoso barquinho? Aquele barco em ficou sentado, mostrando à multidão qual o caminho, por acaso era dEle?

-Era emprestado!

E o quarto em que ceou ao lado dos discípulos, ao lado de Judas, que o traiu, de Pedro, que o negou, por acaso era dEle?

-Era emprestado!

E o berço tumular, que, depois do Calvário, foi usado e de onde havia de ressuscitar, o túmulo era dEle?

-Era emprestado!

Enfim, NADA era dEle!

Mas a coroa que ele usou na cruz e a cruz que carregou e onde morreu, essas eram, de fato, de Jesus!"

Isso disse um poeta, certo dia, numa hora de busca da verdade;
mas não aceito essa filosofia que contraria a própria realidade...
O berço, o jumentinho e o suave pão, os peixes, o barquinho, o quarto e a sepultura,
eram dEle a partir da criação, "Ele os criou" - assim diz a Escritura...

Mas a cruz que Ele usou - a rude cruz, a cruz negra e mesquinha onde meus crimes todos expiou, essa não era Sua,

ESSA CRUZ ERA MINHA!

Inspirado em Stanley Jones

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

ANTES DE JULGARES

Antes de julgares,
Saiba que teus olhos atentos aos possíveis erros dos outros podem estar cegos diante dos teus.

Antes de julgares,
Percebe que aquilo que tanto recriminas hoje, talvez precise ser a tua realidade de amanhã.

Antes de julgares,
Repara que toda história tem duas versões e duas versões são duas verdades.

Antes de julgares,
Aceita que invariavelmente a uma parte, por menor que seja de uma história, tu não terás acesso.

Antes de julgares,
Entenda que não serão mil bocas que te esclarecerão qualquer coisa, elas apenas te confundirão.

Antes de julgares,
Escuta o silêncio, ele costuma fornecer grandes dados.

Antes de julgares,
Observa os olhos, eles são mais reveladores do que as bocas. Eles deixam provas irrefutáveis da verdade.

Antes de julgares,
Presta atenção à tua volta.
Quantos foram condenados injustamente por mestres em julgamento?

Antes de julgares,
Lembra que tu mesmo já foste vítima de calúnias e por vezes não tiveste como te defender delas.

Antes de julgares,
Olha-te no espelho, observa com atenção o teu semblante, pensa na tua vida pregressa e questiona-te se estás em condição de julgar alguém.

Antes de julgares,
Recorda-te que Cristo foi julgado, condenado e crucificado sem direito à defesa


segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Nove boas maneiras de produzir uma excelente colheita

1. Plante sementes de amor. Peça a Deus para plantar o amor dele em você de maneira tão profunda e poderosa que você possa experimentá-lo plenamente. Peça também que o amor dele flua por seu intermédio para as outras pessoas. Jesus disse: "Se guardardes os meus mandamen­tos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guar­dado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço" (Jo 15:10). Peça a Deus que a ajude a obedecer a suas leis para que nada impeça a plenitude do amor dele de florescer em você.

2. Plante sementes de alegria. A alegria não tem nada a ver com as circunstâncias. Você pode ter alegria apesar de problemas difíceis e dolorosos, pois a alegria surge de um relacionamento próximo e ínti­mo com o Senhor. Você não pode ter alegria se se sentir separada de Deus ou não confiar nas promessas dele para você. Jesus disse: "Te­nho-vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo" (Jo 15:11). Quando você vive na alegria do Senhor, você espera que Deus fará algo maior em sua vida. Peça que a alegria do Senhor seja plantada em você e se manifeste por meio de sua vida, a fim de que sua lavoura se espalhe por toda a parte, até os campos ao seu redor.

3. Plante sementes de paz. Ore para que a presença do Senhor plantada em sua vida ofereça paz que excede o entendimento. Ore para que essa paz se fortaleça e prevaleça quaisquer que sejam as circunstâncias em que você se encontra. "E a paz de Deus, que exce­de todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus" (Fl 4:7). Só podemos ter verdadeira paz se vivermos num relacionamento correto com Deus. Peça a Deus que a ajude a conhecer sua paz de maneira tão poderosa que traga paz aos outros ao seu redor.

4. Plante sementes de paciência. Por que você acha que é impor­tante que Deus cultive em nós a paciência? Porque o tempo de Deus não é o mesmo que o nosso. Ele está sempre fazendo mais do que vemos ou sabemos, portanto devemos confiar nele com relação ao tempo em que leva para fazer com que as coisas aconteçam. Deus nos aperfeiçoa e nos refina antes de nos conduzir a tudo aquilo que ele tem para nós, e isso leva tempo. "Para que não vos torneis indo­lentes, mas imitadores daqueles que, pela fé e pela longanimidade, herdam as promessas" (Hb 6:12). "Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes" (Tg 1:4). "É na vossa perseverança que ganhareis a vossa alma" (Lc 21:19). Outra palavra para paciência é longanimidade. O termo diz tudo: longo ânimo. Quando você sofre durante longo tempo, signi­fica que suporta mais coisas do que gostaria. Peça que a paciência de Deus esteja arraigada em sua alma de tal modo que nada do que você tenha de suportar venha a arrancá-la de lá.

5. Plante sementes de bondade. Você pode escolher o que planta em sua terra. Você pega as sementes que deseja e as coloca no solo, e Deus as faz crescer. A bondade é algo que você precisa plantar inten­cionalmente. Ou, em outras palavras, a bondade é algo que você precisa escolher vestir, como uma roupa. "Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade" (Cl 3:12). O ato supremo de bondade foi Jesus ter dado sua vida por nós. Ore para que esse tipo de bondade cresça dentro de você a fim de que também possa dar sua vida por outros com atos de bondade.

6. Plante sementes de benevolência. Quando a benevolência de Deus é semeada em nossa alma, leva a produzir boas obras. O homem bom tira do tesouro bom coisas boas; mas o homem mau do mau tesouro tira coisas más" (Mt 12:35). "Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons" (Mt 7:17,18). Peça a Deus que a ajude a habitar nele para que a benevolência dele cresça em você. Quando ela crescer em seu cora­ção, coisas boas virão de sua vida.

7. Plante sementes de fidelidade. Quando somos inabaláveis, cons­tantes, seguras, confiáveis, leais, quando as pessoas podem depender de nós e fazemos o que é certo a qualquer preço, demonstramos fidelidade. "Quem é fiel no pouco também é fiel no muito; e quem é injusto no pouco também é injusto no muito" (Lc 16:10). Ore para que a fidelidade de Deus continue a se fortalecer dentro de você a cada dia de sua vida. Peça que a fidelidade dele fortaleça todos com quem você tiver contato e inspire os outros a também ser mais fiéis.

8. Plante sementes de mansidão. Quando somos petulantes e arrogantes, fazemos as pessoas se sentirem mal conosco e com elas mesmas. A mansidão é uma brandura humilde que é calma, tranqüilizadora, pacífica e agradável de se ter por perto. A Bíblia diz: "É necessário que o servo do Senhor não viva a contender, e sim deve ser brando para com todos" (2 Tm 2:24). "A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento" (Tg 3:17). Ter consideração pelos sentimentos e necessidades dos outros ao demonstrar mansidão mostra que você está respondendo ao Espírito de Deus e que aquilo que foi plan­tado em você está criando raízes. Ore para que você possa ser tão mansa quanto foi Jesus (2 Co 10:1).

9. Plante sementes de domínio próprio. O domínio próprio não é frágil como a planta do morango; é grande e forte como a macieira. Só Deus pode cultivar algo tão grandioso em você e fazer dar frutos. A falta de domínio próprio significa que você faz o que bem entende sem considerar as conseqüências. Ore para que não lhe falte determi­nação diante das forças que agem sobre sua alma. "Associai com a vossa fé a virtude; com a virtude, o conhecimento; com o conhecimento, o domínio próprio; com o domínio próprio, a perseveran­ça; com a perseverança, a piedade" (2Pe 1:5,6). Peça a Deus que cultive em você um domínio próprio que crescerá como uma árvo­re de força. Peça-lhe que ajude você a governar suas paixões, dese­jos e emoções, sujeitando-as ao Espírito Santo. Ele lhe dará a disci­plina necessária.

Se você não tem dado frutos do Espírito em sua vida como gosta­ria, peça a Deus que a ajude a plantar boas sementes e a arrancar qualquer erva daninha que esteja crescendo ao redor de sua alma. Nutra o solo do seu coração com o alimento da Palavra de Deus e peça ao Espírito Santo que o regue novamente a cada dia. Enquanto você permanecer fielmente na videira verdadeira, garanto-lhe que você produzirá uma safra de frutos espirituais que encherão seu Pai celeste de orgulho.

sábado, 3 de outubro de 2009



*Havia um grupo de irmãs num estudo bíblico do livro de* Malaquias.
Quando elas estavam estudando o capítulo três, elas se depararam com o versículo três que diz:

"Ele assentar-se-á como fundidor e purificador da prata..."

Este verso intrigou as irmãs e elas se perguntaram o que esta afirmação significava quanto ao caráter e natureza de Deus.

Uma das irmãs se ofereceu para tentar descobrir como se realizava o processo de refinamento da prata e voltar para contar ao grupo na próxima reunião do estudo bíblico.

Naquela semana esta irmã ligou para um ourives e marcou um horário com ele para assisti-lo em seu trabalho.

Ela não mencionou a razão de seu interesse na prata, nada além do que sua curiosidade sobre o processo de refinamento da mesma.

Enquanto ela o observava, ele mantinha um pedaço de prata no fogo e
deixava-o aquecer.

Ele explicou que no refinamento da prata devia-se manter a prata no meio do fogo onde as chamas eram mais quentes de forma a queimar todas as impurezas.

A irmã pensou em Deus mantendo-nos em um lugar tão quente.
Depois, ela pensou sobre o verso novamente...

"Ele se assenta como um fundidor e purificador da prata".

Ela perguntou ao ourives se era verdade que ele tinha que se sentar em frente ao fogo o tempo todo que a prata estivesse sendo refinada.

O homem disse que sim, ele não apenas tinha que se sentar lá segurando a prata, mas também tinha que manter seus olhos na prata o tempo inteiro.

Se a prata fosse deixada apenas por um momento em demasia nas chamas, ela seria destruída.

A irmã silenciou por um instante.

Depois, ela perguntou:

- "Como você sabe quando a prata está completamente refinada?"
E o homem respondeu:

- "Oh, é fácil!O processo está pronto quando vejo minha imagem refletida nela".


--
Só Jesus Cristo Salva

terça-feira, 29 de setembro de 2009


Vamos Refletir no Salmo 42
(Parte 2)
"Assim como o cervo [corsa] brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus! A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?" (Salmos 42.1-2).
Continuemos analisando este versículo:
Segundo Significado:
Quando a corça está com sede e corre para beber a água, o seu corpo produz uma substância que exala um forte odor, a qual a deixa vulnerável aos predadores e assim ela passa a correr grande risco de vida.
Por isso quando a corsa está sedenta, ela corre para encontrar água, antes que seja encontrada por algum animal predador ela entra no lago, riacho ou a fonte onde está jorrando a água para se banhar, com a finalidade de retirar de seus pêlos o cheiro forte e assim se abrigar do inimigo.
A Palavra de Deus é essa Água que pode nos purificar dos nossos pecados.
Quando mergulhamos na leitura de suas páginas estamos fazendo como a corça, buscando não só a água para saciar a nossa sede, mas também a purificação, a limpeza espiritual.
Em João 4. 10 vemos Jesus declarando ser a água viva (água corrente e fresca):
"Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva." (João 4 : 10).
Não sejamos como o povo de Israel na antiguidade, que deixou o Senhor e cavou cisternas rotas:
"Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas." (Jeremias 2. 13).
Jesus Cristo representa a Fonte da Vida; quando nos aproximamos dEle podemos beber da água que só Ele pode dar. E somos limpos dos nossos pecados, como está escrito em I João 1. 7:
"... o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado."
Através dEle somos limpos do odor exalado por nós que nos torna presas fáceis do inimigo e do mal.

Oração da Mulher Cristã



Senhor, dá-me de Raquel a arte de fazer-me amar.
Dá-me de Joquebede o espírito de sacrifício e renúncia.
Dá-me de Débora, a solidariedade e o estímulo.
De, Rute dá-me a dedicação e a bondade.
De Ana, dá-me a fé a fibra para cumprir o voto.
Dá-me a astúcia de Mical, para usá-la no bem, não para o mal.
Como Abigail, faz-me mensageira da paz.
Como Ester, que eu seja desinteressada e altruísta.
Como Maria faz-me pura e humilde, e como Isabel,
capaz de regozijar-me com o bem alheio.
De Marta, dá-me a disposição para o trabalho material
e de Maria, o anseio espiritual.
Como Dorcas, a costureira que eu seja útil ao necessitado.
E como Lídia, a mulher hospedeiram que eu abra a porta ao que
chegar cansado.
Como a mulher samaritana, que eu corra a falar da salvação.
Senhor, tira de mim se houver :
A vontade de olhar para trás da mulher de Ló,
A preferência por um filho de Rebeca.
O desejo adúltero da mulher de Potifar.
A traição de Dalila.
A trama macabra de Herodias.
De Ti , Senhor, suplico
a paz , a bênção e o perdão.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Testemunhar -- Um Ato De Amor

"e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" (João
8:32).


Testemunhar da fé não é, necessariamente, um ato que possa
ofender ou desagradar a outra pessoa. Pat Riddle, um pastor
luterano da Carolina do Norte, conta um fato interessante,
acontecido com ele e sua esposa durante a lua de mel em
Savannah, Geórgia. Em uma das noites, decidiram comer em um
restaurante chinês que ficava próximo ao local onde estavam
hospedados. Não era um local luxuoso. Parecia até bem
modesto, mas resolveram experimentar sua comida.
Verificaram, no local, que a comida era maravilhosa. Quando
terminaram o jantar, dirigiram-se à caixa, para pagar a
refeição. A senhora responsável, de alguma forma percebeu
que eram recém-casados e perguntou-lhes se aceitariam um
presente. Eles responderam que sim e ela abaixou-se por trás
da caixa registradora e pegou uma pequena casa de porcelana
chinesa. Ao lhes entregar o presente, ela disse: "Sempre
conservem Cristo em sua casa e casamento. Esta casa lembrará
a vocês de mantê-Lo em suas vidas. Este é meu presente para
vocês". Eles ficaram muito agradecidos por aquele testemunho
cristão, demonstrado com um gesto de grande carinho e amor.
A atenção daquela moça do restaurante chinês foi fundamental
para o fortalecimento de suas vidas e para que viessem, um
dia, a trabalhar na obra do Senhor.


Temos nós procurado mostrar a presença do Senhor em nossas
vidas? Temos deixado a luz de Cristo brilhar por onde
passamos? Temos aproveitado todas as oportunidades para
compartilhar a bênção de ter Jesus no coração?


Muitas vezes vemos irmãos falando do Senhor de uma maneira
desagradável e inconveniente. Acusam os que não tem Cristo
de estarem indo para o inferno ou servindo ao diabo, ou
coisas semelhantes. Deus é amor e os discípulos do Senhor
precisam mostrar esse amor. O Evangelho deve levar alegria,
paz, regozijo, e jamais rancor ou desconforto. Não temos o
direito de ofender ou acusar quem quer que seja. Temos de
mostrar a vida maravilhosa daqueles que, de verdade, têm
Cristo em suas vidas e foram resgatados de um mundo de
dúvidas e incertezas para um caminho de fé e esperança, de
vida e vida com abundância, da perdição para a eternidade
com Deus.


O que importa para todos é conhecerem a Verdade que liberta.
Tudo o mais é dispensável.





Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Escuro Iluminado

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

PROMESSAS INCOMPARÁVEIS

"Então o levou para fora, e disse: Olha agora para o céu, e conta as estrelas, se as podes contar; e acrescentou-lhe: Assim será a tua descendência." (Gênesis 15.5)

Amados, hoje gostaria de compartilhar desta palavra que Deus colocou em meu coração e oro para que o Espírito Santo lhe convença que as promessas de Deus para sua vida são incomparáveis.

A Palavra de Deus nos conta que Abraão não possuía filhos, pois sua esposa Sara era estéril. Provavelmente diante de tal situação Abraão já havia aceitado o fato de jamais poder ser pai.

Mas tudo mudou quando ele teve um encontro com Deus e resolveu acreditar nas promessas que Deus lhe havia feito; "Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção." (Gênesis 12.2)

Quando temos um encontro com Deus e acreditamos em Suas promessas, a trajetória de nossa vida é mudada. Temos nossa mente transformada pelo poder de Deus e cremos que haverá mudança naquilo que aceitávamos por não conseguirmos mudar.

O tempo passa e parece que a fé de Abraão estava passando também, pois ele se achega a Deus e diz, "..continuo sem filhos.." Creio que muitos de nós podemos ou passamos por essa situação e também nos achegamos a Deus dizendo, "Senhor continuo sem receber a promessa"

O que aprendo aqui é que quando estamos chateados pelas coisas não acontecerem da maneira de gostaríamos, ao invés de sairmos murmurando, deveríamos fazer como Abraão que abrindo seu coração foi falar diretamente com Deus.

Deus levou Abraão para fora, isso indica mudança de posição, muitas vezes Deus tem que nos tirar da posição que estamos para podermos enxergar as suas promessas.

Agora Deus lança um desafio a Abraão dizendo, "olha para o céu, e conta as estrelas, se as pode contar", como Deus é tremendo, Ele estava dizendo a Abraão "as minhas promessas são incomparáveis e vão além daquilo que o homem pode mensurar".

Gostaria de lhe dizer que as promessas de Deus são incomparáveis e que vão além daquilo que você pode mensurar, não as troque por nada, continue buscando Aquele que lhe fez as promessas e assim como foi com Abrão também será com você." O Senhor visitou a Sara, como tinha dito, e lhe fez como havia prometido. Sara concebeu, e deu a Abraão um filho na sua velhice, ao tempo determinado, de que Deus lhe falara;" (Gênesis 21.1-2)

Não desista agora, não pare de lutar, acredite, eu profetizo em Nome de Jesus que vem um tempo de vitórias para a sua vida, tudo vai mudar e em breve, muito em breve você verás e testemunharás que Deus tem PROMESSAS INCOMPARÁVEIS!

Creia,

"Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera,"(Efésios 3.20)


Adriano Rodrigues

E AGORA DEUS?

Com apenas uma palavra Jesus repreendeu o vento...

Você deve achar este título bem óbvio para as inúmeras maravilhas que Jesus Cristo faz. É verdade, perece realmente bem óbvio sim, mas quantas vezes nos esquecemos das coisas simples e nos preocupamos apenas com as coisas grandes? Valorizamos mais o que causa alvoroço do que aquilo que está a nossa frente.

O texto bíblico de Marcos 4.35-41 nos mostra algo neste sentido. Após ter pregado mais uma vez a Palavra de Deus, Jesus disse aos discípulos que iriam para outro lugar. Então, deixaram a multidão e partiram. Até aí tudo normal. Porém, de repente, em alto mar, iniciou-se uma grande tempestade. As ondas se arremessavam contra o barco de tal forma que o mesmo estava se enchendo de água.

Podemos tirar grandes lições desta passagem bíblica. A quantidade de água representava a morte, e os discípulos estavam com medo. O problema naquele momento era a água que entrava no barco e o medo de se afogarem. Os discípulos estavam aflitos, pois pensavam que iriam morrer. Era noite, o barco era simples. E Jesus dormia enquanto os demais gritavam alvoroçados.

O barco é você, sua vida. Um dos discípulos grita: "Mestre, Mestre, perecemos." Talvez você esteja questionando Deus da mesma forma: "E agora Deus, o que vou fazer?, Estou desempregado, doente, minha família é desunida, meus problemas são grandes, não tenho dinheiro, sou viciado... O que fazer?"

Alguns discípulos pensavam em pular do barco, sair fora. Contudo, sabe o que Jesus fez? Apenas com uma palavra repreendeu o vento. Entenda o que Deus diz a você neste momento. É preciso encarar a situação, os problemas, lutar, não esmorecer, acreditar. Mesmo que a ventania seja forte e as ondas insistam em te amedrontar, acredite, você não está sozinho neste barco, Jesus, o Mestre, está com você.

É preciso calar para que Deus possa falar. Meu irmão,minha irmã Deus lhe sustenta, lhe toma pela mão e diz: "Vai vencedor!". Veja como Jesus venceu a tempestade, com apenas uma palavra. Está difícil para você suportar? Então ore, louve e creia, pois Deus é mais que poderoso para te abençoar e mudar sua história em nome de Jesus.


mensagem do Pastor André Valadão

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

TER INTIMIDADE COM DEUS

"... mas há amigo mais chegado do que um irmão" (Provérbios 18:24).



Ter intimidade com Deus é ansiar por Ele, andar com Ele, repousar nEle, depositar a Seus pés meus problemas, ansiedades, aflições e saudade.
"A minha alma anseia pelo Senhor, mais do que os guardas pela manhã, mais do que aqueles que guardam pela manhã" (Salmos 130:6).

Ter intimidade com Deus é querer tê-Lo sempre a meu lado, é caminhar com Ele, sentir a Sua presença mesmo não merecendo.
"... na tua presença há fartura de alegrias..." (Salmos 16:11).

Ter intimidade com Deus é querer usar os meus dons para agradá-Lo e não aos homens.
"Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais ..." (1 Coríntios 14:1).

Ter intimidade com Deus é separar um cantinho silencioso para poder conversar diariamente com Ele ... é abrir meu coração para Ele deixando fruir o que sai de minha alma ... é derramar diante dEle os anseios do meu coração, os desejos, preocupações e vontade que, muitas vezes, são inatingíveis... é abrir a minha alma para, bem juntinho a Ele, repousar e depois voar como a águia através do meu espírito.
"Contudo o Senhor mandará a sua misericórdia de dia, e de noite a sua canção estará comigo, uma oração ao Deus da minha vida" (Salmos 42:8).

Ter intimidade com Deus é querer de todo o coração aprender lições preciosas, conselhos sábios e mandamentos que só visam o nosso bem, através da leitura diária e, de antemão, muito desejada da Palavra de Deus.
"Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti" (Salmos 119:11).

Ter intimidade com Deus é ter regozijo quando se está fazendo a vontade do dEle ... é querer obedecê-Lo mesmo quando a carne nos empurra para fazer o contrário ... é querer ser uma mulher segundo o Seu coração.
"Porém Samuel disse: Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar ..." (1 Samuel 15:22).

Ter intimidade é ter a certeza de que após eu deixar este corpo material a minha alma continuará por toda a eternidade juntinho ao Ele numa comunhão que nunca terá fim.
É bom ter intimidade com o Senhor!
"... e habitarei na casa do Senhor por longos dias" (Salmos 23:6).

"Senhor, nunca permita que o inimigo de nossas almas me afaste desta comunhão que sempre quero ter conTigo! Que estes momentos de comunhão se perpetuem para todo o sempre, pois ter intimidade conTigo é mais um presente que recebemos de Ti sem que mereçamos. Obrigada, Senhor, por esta comunhão maravilhosa!"
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _




Deus nos abençoe, à medida que nos esforçamos para melhor obedecê-Lo.



"Quem crê nEle não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus." (João 3:18).

"Como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus!" (Sl 42:1)




Valdenira Nunes de Menezes Silva
VERSÍCULO:
Não permitas que meu coração se incline para o mal, para a prática da perversidade na companhia de homens que são malfeitores; e não coma eu das suas iguarias.
Salmos 141:4

PENSAMENTO:
Quão importante é ser puro? Quão importante é ser justo? Para Davi, que tinha experimentado a sublimidade de compartilhar um relacionamento íntimo e santo com Deus e a dor de desapontar Deus miseravelmente, guardar seu coração era de máxima importância. Ele não queria ter nada a ver com a maldade. Ele não queria ser atraído por ela. Ele não queria ser parte daqueles que cometiam coisas ruins. Ele nem queria participar das luxúrias e festas. O que estamos dispostos a pedir que Deus retenha de nós para nos manter longe da maldade?

ORAÇÃO:
Pai, não me deixe ser tentado pelo mal, hediondo ou desprezível. Dê-me uma repugnância santa por aquilo que é falso e enganador. Dê-me a clareza de vista e pureza de coração para poder enxergar o mal e as coisas associadas com ele, para que possa ficar longe da armadilha do tentador e das coisas que difamariam seu santo nome. Em nome de Jesus. Amém.

http://www.iluminalma.com.br

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Mulher: Um instrumento ungido nas mãos de Deus

LC 8: 1-3 – A importância das mulheres na vida e no ministério do Senhor Jesus foi registrada por Lucas. Estas mulheres ajudavam com seus bens ao Senhor e aos seus discípulos. Eram instrumentos nas mãos de Deus par abençoar a vida e o ministério de Jesus. Essas mulheres “financiavam”, sustentavam o ministério do Senhor Jesus. LC 1: 26-30 .

Maria foi uma mulher usada como instrumento nas mãos de Deus. Maria foi uma mulher escolhida por Deus. Deus também te escolheu para ser um instrumento nas mãos Dele, aleluia! Você também é uma mulher escolhida por Deus. Mas para que você possa ser útil, ser uma benção tem que estar nas mãos de Deus. O que é um instrumento: objeto que serve para a execução de um trabalho. Deus tem um trabalho para você, Ele quer te usar, Ele tem algo para você realizar. Um instrumento para ser usado tem que estar nas mãos do instrumentista. O Instrumentista é aquele que maneja o instrumento. O instrumento por si só não tem vida, não serve para nada, mas quando ele está nas mãos do instrumentista ele se torna vivo, útil, para aquilo que ele foi feito.

Assim é uma mulher que está nas mãos de Deus, se torna viva, útil, para aquilo que Deus a criou. Deus te criou para ser útil, te criou para ser usada por Ele, te criou para um propósito específico. Maria foi usada por Deus para gerar Jesus, esse era o propósito específico. Quando o anjo aparece a Maria, é porque ela estava pronta para ser usada por Deus. Quando você estiver pronta Deus vai te usar, aleluia! Deus estava trabalhando em Maria, deixando ela pronta para ser usada. Deus está trabalhando em você, Ele está te preparando para te usar. Mas existem aquelas que já estão prontas e Deus está usando elas para o propósito. Deixe Deus trabalhar, moldar você para que Ele possa te usar. -V 38

Maria diz: “Eis aqui a serva do Senhor”,... colocou-se na posição de SERVA, mostrando humildade, submissão (se sujeitou). Deus usa as humildes, aquelas que se sujeitam a Ele.

“Que se cumpra em mim...”: Mostra obediência, aceitou o chamado de Deus. Estava pronta para fazer o necessário para que à vontade de Deus se cumprisse. Deus usa as obedientes, aquelas que aceitam o chamado seja ele qual for. Usa aquelas que não escolhem o que fazer, mas aceitam aquilo que vem do Senhor. Maria enfrentou problemas, naquela época uma mulher solteira era condenada a morrer por pedradas, se aparecesse grávida. Mas Maria pelo costume judaico era como se fosse casada com José, pois o noivado para os judeus é levado a sério, é como se já estivessem casados, o que faltava era a celebração ou a confirmação do casamento e do ato sexual.

Imagine Maria aparecendo e dizendo: Estou grávida! De quem? Do Espírito Santo! Quem é que iria acreditar? Até nos nossos dias se uma mulher aparecesse e falasse que estava grávida do Espírito Santo ninguém acreditaria! E José por ser o “marido” teria que atirar a primeira pedra, por isso ele planeja fugir, porque ele amava muito a Maria. Fora outros problemas que ela teria que enfrentar, falatórios, críticas, xingamentos. Mas ela enfrentou até a morte, porque era serva e nem pensou nas conseqüências e disse: “Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim, segundo a Tua palavra”. Mostrou disposição em obedecer ao Espírito Santo, e você está pronta, custe o que custar? Maria achou graça diante de Deus, sua vida santa e humilde agradou a Deus.Tenha uma vida de oração, santa e humilde e você achará graça diante de Deus e Ele te usará.

Pr. José Carlos Rodrigues
Fonte: www.atosdois.com.br
Um parceiro Melodia

__._,_.___
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...